Salvador além do Circuito Batatinha

Salvar nos favoritos
Pelourinho. Salvador Bahia. Foto: Uiler Costa

O que fazer nos trajetos da folia sem o Carnaval de Salvador em 2021

Não haverá Carnaval de rua este ano – é verdade este bilhete! – mas, calma, tudo vai passar e essa foi a melhor decisão possível. Com a flexibilização das atividades na capital baiana, de forma parcial, é possível visitar espaços de lazer e matar a saudade da cidade.

Este roteiro é para quem está morrendo de vontade de cair na folia e quer sentir a energia da festa passeando pela cidade. O Visit Salvador da Bahia te leva pelo Circuito Batatinha para curtir lugares que você passaria seguindo os bloquinhos.

Por que se chama Circuito Batatinha

Praça Municipal. Salvador, Bahia. Foto: arquivo da Prefeitura.

Esse é o Carnaval ao som de fanfarras, blocos, marchinhas e pequenos grupos. O Circuito Batatinha acontece no Pelourinho e naPraça da Sé e Praça Castro Alves. E não tem trio elétrico.

A festa é realizada onde aconteceram os primeiros gritos carnavalescos, ainda no século XVIII, e um dos objetivos é resgatar a cultura e a tradição, além de oferecer uma festa para toda a família. As atrações são gratuitas e os principais ritmos presentes são reggae, samba, afoxé, MPB, pop e axé.

Oscar da Penha (Salvador, 5 de agosto de 1924 – Salvador, 3 de janeiro de 1997), mais conhecido como Batatinha, foi um compositor e cantor brasileiro, considerado um dos maiores nomes do samba da Bahia. Seu nome artístico veio de seu apelido “Batata”, que, na gíria da época, significava gente boa.

Circuito Batatinha (Centro Histórico)

A Praça Municipal

Palácio Rio Branco. Centro Histórico, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira .

Ali acontece o tradicional Concurso Nacional de Fantasia LGBT durante o Carnaval. A praça também é um excelente ponto de encontro, já que fica entre dois circuitos: Osmar e Batatinha. E olha quanta dica boa por lá:

Palácio Rio Branco

Elevador Lacerda

A Cubana Sorvetes

Um roteiro LGBTQIA+ em Salvador

Cultura por toda parte

Pelourinho, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

O Terreiro do Samba acontece na Praça da Cruz Caída, no Pelourinho, em frente ao Palácio do Arcebispado de Salvador. Já os bloquinhos multiculturais circulam pelas ruas. Um ótimo lugar para curtir é o Terreiro de Jesus. Nesse trajeto, olha quanta coisa bacana para conhecer:

Praça da Cruz Caída

Museu da Misericórdia

Museus Imperdíveis em Salvador

Casa do Carnaval

10 Museus Fantásticos no Pelourinho

Palco do samba em praças e largos do Pelourinho (Largo do Pelourinho, Terreiro de Jesus, Pedro Arcanjo, Tereza Batista e Quincas Berro D’Água). E quem está sempre presente, alegrando a galera, é o querido e famoso cravinho.

Bar O Cravinho

Catedral Basílica de Salvador

Pelourinho e suas belas surpresas!

O Carnaval do Olodum e dos Filhos de Gandhy começa aqui

Pelourinho. Fundação Casa de Jorge Amado ao fundo. Foto: Fábio Marconi.

O primeiro dia de desfile do Olodum é marcado por uma apresentação pelas ruas do Pelourinho com início na sede do bloco e indo em direção à Rua das Laranjeiras, onde fica um ateliê superbacana. Vale a visita.

Ateliê do Artista Anunciação

Tem que ter aquela foto clássica em frente à Fundação Jorge Amado. No Carnaval é ali que acontece a concentração dos Filhos de Gandhy, o Padê de Exu, evento que marca o início do Carnaval antes dos desfiles do domingo e da terça-feira.

Fundação Casa de Jorge Amado

Afoxé Filhos de Gandhy

Olodum

Não deixe de conhecer também:

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Casa do Benin

Para comer

Imagine misturar limão com coco. Pois foi isso que Milton Cavalcante fez. E não é que ficou bem gostoso?! A receita, segundo ele patenteada, faz sucesso no Pelourinho e encanta baianos e turistas. Um dos segredos do sucesso é que, no lugar da água, Milton bate coco seco junto com o suco de limão. Milton circula como se fosse um bloquinho de carnaval: você pode encontrá-lo andando entre os largos do Centro Histórico e a Baixa dos Sapateiros e é bem fácil achá-lo em frente ao Teatro Miguel Santana, na Rua Gregório de Matos, ou em frente à Fundação Casa de Jorge Amado, no Largo do Pelourinho.

O famoso Suco de Limão com coco

Outras opções superlegais são:

Museu da Gastronomia Baiana

Mariposa Pelourinho

Cuco Bistrô: cozinha regional no coração do Pelourinho

Sorveteria Le Glacier Laporte

Outros links

Os top 10 clássicos do Centro Histórico de Salvador

Salvador por Soteropolitanos: Pelourinho

Uma saudade chamada Pelourinho

Cuidados importantes

Com a pandemia da covid-19, a capital baiana vem se adaptando a este novo normal. Durante os passeios, os visitantes devem estar atentos para o uso da máscara, álcool 70º e manter um distanciamento seguro de outras pessoas.

Ligue antes para os locais a serem visitados e procure saber sobre os protocolos de segurança para evitar contaminação.

Este é o Plano de Retomada das Atividades em Salvador. Entenda todos os protocolos de funcionamento neste link.


O Cravinho. Pelourinho, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
13
Duração aproximada
2 horas - 4 horas
Seu bolso

Outros Roteiros

Agenda

05
ago
06
ago
07
ago
09
ago
10
ago
11
ago
12
ago
Ver mais em Agenda