Salvador além do Circuito Osmar

Salvar nos favoritos
Campo Grande. Centro. Foto: Amanda Oliveira.

O que fazer nos trajetos da folia sem o Carnaval de Salvador em 2021

Não haverá Carnaval de rua este ano – é verdade este bilhete! – mas, calma, tudo vai passar e essa foi a melhor decisão possível. Mas, com a flexibilização das atividades na capital baiana, de forma parcial, é possível visitar espaços de lazer e matar a saudade da cidade.

Este roteiro é para quem está morrendo de vontade de cair na folia e quer sentir a energia da festa passeando pela cidade. O Visit Salvador da Bahia te leva pelo Circuito Osmar para curtir lugares que você passaria seguindo o trio.

Por que se chama Circuito Osmar

Carnaval 2019. Bloco Afro Olodum. Campo Grande. Salvador Bahia. Foto Peu Fernandes.

O Circuito Osmar, chamado também de Circuito do Campo Grande, é o mais tradicional do Carnaval de Salvador e tem um percurso de, aproximadamente, 4km e 5 horas de duração.

O circuito começa no Campo Grande, passa pela Avenida Sete, até a Praça Castro Alves. No passado, quando tudo começou, tinha o encerramento na Avenida Carlos Gomes.

Anualmente, o local recebe trios elétricos e grandes nomes da música para animar a população. Mesmo sem a brisa do mar, característica do Circuito Dodô, o trajeto também encanta os foliões com a passagem pelos casarões coloniais e a apoteose na Praça Castro Alves com a vista da Baía de Todos os Santos.

Dodô e Osmar formavam uma dupla de músicos. Adolfo Antônio do Nascimento e Osmar Álvares Macedo. A eles, além do trio elétrico, é atribuída a invenção da guitarra elétrica (1942) e da fobica (1950). Depois, ainda vieram os encontros na Praça Castro Alves, o Trio Elétrico Espacial (1988), a música Chame Gente (1986).

Salvador além do Circuito Dodô

As saídas inesquecíveis dos blocos afros

As apresentações icônicas de todos os blocos afros são nesse circuito: Olodum, Malê Debalê, Ilê Aiyê, Filhos de Gandhy, e tanto outros.

Malê Debalê

Cortejo Afro

Olodum

Ilê Aiyê

A ciclovia faz parte do trajeto dos trios

Há ciclofaixas provisórias nesse percurso, começando no Corredor da Vitória até a Praça Castro Alves (1,7km). Você pode percorrer toda a Avenida Sete de Setembro, chegando até o Centro Histórico. Prefira ir aos fins de semana, evitando assim o grande fluxo de veículos, habitual nessa via.

Um roteiro de ciclovias para curtir Salvador

Experiências culturais do começo ao fim do circuito

Instituto Feminino. Foto: Fábio Marconi

A Praça Dois de Julho é onde tudo começa. De um lado da praça, entrando para o Corredor da Vitória, os trios se organizam e passam o som. Do outro, em frente ao Teatro Castro Alves, é o começo do percurso, onde o coração bate mais forte com os primeiros acordes musicais.

O Largo do Campo Grande, ou Praça Dois de Julho, é do início do século XIX e sofreu uma série de transformações urbanas no decorrer da sua história. Experimente dar um passeio nesse belo parque e excelente espaço de lazer, com monumentos e prédios históricos em volta.

Largo do Campo Grande

Fica em um dinâmico centro cultural onde estão o Teatro Castro Alves (TCA), o Teatro Vila Velha, o Palácio da Aclamação, importantes colégios e associações como a Casa d’Itália. O Instituto Feminino da Bahia fica nas proximidades.

O incrível Teatro Castro Alves

Instituto Feminino da Bahia

Para situar o visitante que só faz esse trajeto durante o Carnaval…

Gabinete Português de Leitura. Foto: Amanda Oliveira.

Na Praça da Piedade, você já está no meio do caminho. O entorno é repleto de história. O prédio imponente, pintado de vermelho, abriga esculturas de bronze, mármore e gesso, peças de ourivesaria (medalhas, moedas, insígnias e condecorações), bandeiras, cristais e vidros, porcelanas, espingardas, sabres, lanças indígenas, objetos ritualísticos do candomblé, máscaras e esculturas africanas.

É o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB). No alto do edifício do IGHB tem uma cúpula toda cravejada de quartzo de onde foi feito um dos primeiros mapas da cidade, já que esse já foi um dos prédios mais altos de Salvador.

Instituto Geográfico e Histórico da Bahia IGHB

Ali, coladinho, o Gabinete Português de Leitura foi criado com a finalidade de adquirir “obras de reconhecida utilidade, escritas nos idiomas português e francês, e mais aquelas que posteriormente se julgarem mais precisas, assim como os principais jornais publicados em Portugal e no Brasil”. A biblioteca é uma pérola que reúne, aproximadamente, 25 mil volumes, entre livros, folhetos e periódicos que estão em fase de reorganização.

Gabinete Português de Leitura

Do outro lado da praça está a Igreja Matriz da Paróquia de São Pedro, uma das mais atuantes em Salvador, haja vista suas missas e comemorações sempre cheias.

Igreja Matriz da Paróquia de São Pedro

Mais para a frente, já no fim do percurso, está o Mosteiro de São Bento, bastante procurado para a realização de celebrações especiais, como casamentos e formaturas, devido a sua beleza, importância histórica, cultural e religiosa.

Além disso, a biblioteca do mosteiro é uma das mais antigas do Brasil , sendo a segunda maior biblioteca de obras raras do país, com livros que datam de 1500 e 1503. O acervo completo ultrapassa os 200 mil volumes e o setor de obras raras possui, aproximadamente, 13 mil livros impressos entre os séculos 16 e 19.

Mosteiro de São Bento da Bahia

Um final apoteótico

Praça Castro Alves, Centro Histórico, Salvador.

Logo depois do Edifício Sulacap, você continua em frente até se deparar com a estátua do poeta Castro Alves e, ao fundo, a Baía de Todos os Santos. O monumento é esculpido em bronze e a estátua tem, na sua base, sob tampo de granito, os restos mortais do poeta que ficou conhecido como o Poeta dos Escravos. Pode falar que você passava ali todo Carnaval e não sabia disso?! Conheça a história de outros monumentos pela cidade neste link.

Memórias negras: conheça grandes histórias por Salvador

Para comer

E que tal relembrar os antigos carnavais e ir almoçar ali pertinho, nas imediações da Avenida Carlos Gomes, onde, antes, os trios se despediam?! Nossas dicas são os pratos inspirados em receitas portuguesas do Porto do Moreira ou o malassado, quiabada e carne do sol do restaurante Caxixi, ambos no Dois de Julho.

Porto do Moreira

Bar e Restaurante Caxixi

Outros links

Pura beleza no Centro

Histórias dos bairros de Salvador: Dois de Julho

Passeios ao ar livre sem aglomerações

Cuidados importantes

Com a pandemia da covid-19, a capital baiana vem se adaptando a este novo normal. Durante os passeios, os visitantes devem estar atentos para o uso da máscara, álcool 70º e manter um distanciamento seguro de outras pessoas. Ligue antes para os locais a serem visitados e procure saber sobre os protocolos de segurança para evitar contaminação.

Este é o Plano de Retomada das Atividades em Salvador. Entenda todos os protocolos de funcionamento neste link.


Carnaval 2019. Campo Grande. Salvador Bahia. Foto Peu Fernandes.

1
2
2
Duração aproximada
2h até 4h
Seu bolso

Outros Roteiros

Agenda

26
out
27
out
28
out
29
out
30
out
01
nov
02
nov
Ver mais em Agenda