Instituto Geográfico e Histórico da Bahia IGHB

Salvar nos favoritos

Importantes coleções, acervo grandioso, raridades, museu, biblioteca e muitas curiosidades

Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. Centro, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira .

Do ano de 1894, data de sua primeira sede, no Largo 2 de Julho, até hoje, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, o IGHB, já teve sete endereços. O último, na esquina da Avenida Sete de Setembro, com a Av. Joana Angélica, está ali desde o primeiro centenário da Independência do Brasil na Bahia, em 2 de Julho de 1923. O prédio imponente, pintado de vermelho, abriga esculturas de bronze, mármore e gesso, peças de ourivesaria (medalhas, moedas, insígnias e condecorações), bandeiras, cristais e vidros, porcelanas, espingardas, sabres, lanças indígenas, objetos ritualísticos do candomblé, máscaras e esculturas africanas.

A atual sede do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia é constituída de subsolo, pavimento térreo, primeiro e segundo pavimentos, com um belvedere – um terraço com um pequeno mirante. No alto do edifício do IGHB tem uma cúpula toda cravejada de quartzo de onde foi feito um dos primeiros mapas da cidade, já que este era um dos prédios mais altos de Salvador. A vista é simplesmente espetacular mas, infelizmente, não é aberta ao público. Ainda há o lindo auditório Bernardino José de Souza, um salão nobre com 180 lugares, e a Sala dos Jornais, antiga sala Theodoro Sampaio, onde encontram-se os jornais mais antigos do instituto, maior coleção de jornais do Estado.

O acervo museológico do Instituto dispõe de uma importante coleção de retratos que registram personagens da História da Bahia e do Brasil. Na sala das Armas Históricas, há fuzis, mosquetes e outros artefatos originários da Guerra do Paraguai. Além disso, tem inúmeras fotografias do poeta Castro Alves, e ainda uma mesinha de jacarandá que pertenceu a ele.

A Biblioteca Ruy Barbosa, do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, possui mais de 45 mil obras catalogadas. Constitui um expressivo acervo bibliográfico sobre a história da Bahia. Esta Biblioteca é considerada uma das mais antigas do estado, e tem mais de trinta mil obras catalogadas. O destaque desse acervo são as obras raras, com referências que datam desde o século XVI, de figuras públicas clássicas. Muitas dessas obras estão organizadas e expostas em estantes de jacarandá desenhadas e talhadas especialmente para este fim.

Mesmo com este arcabouço histórico, o Instituto permanece atual, oferecendo cursos, palestras, seminários, conferências, exposições, sobre os mais variados temas. Grande parte é gratuita, precisando apenas de uma inscrição prévia. Saiba mais neste link.

Serviço

Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB)
Av. Joana Angélica, 43 – Piedade, Salvador – BA, 40050-001
Horário de funcionamento do IGHB. Visitação: de segunda a sexta, das 13h às 18h.
Biblioteca: de segunda a sexta, das 13h às 18h
Arquivo: de segunda a sexta, das 13h às 17h
Administrativo: de segunda a sexta, das 13h às 18h
Site: https://www.ighb.org.br/ Instagram: @ighbahia

Instituto Geográfico e Histórico da Bahia. Centro, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira .

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
30
Seu bolso
Localização
Nº Piedade, Av. Joana Angélica, 43 - Nazaré, Salvador - BA, 40050-001

Outras experiências

Agenda

13
jul
14
jul
15
jul
16
jul
17
jul
18
jul
Ver mais em Agenda