Circuito da Fé Católica e Caridade

Salvar nos favoritos
Igreja do Bonfim. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Circuito da Fé Católica e Caridade

Experiências de fé inéditas em 5 locais de visitação

Salvador pode até ser conhecida pelos turistas como a cidade do carnaval e um destino de praias, mas o assunto do momento é a crescente procura por turismo religioso da fé católica. Uma das possíveis explicações é a canonização de Irmã Dulce, o que ajudou ainda mais na popularização dos feitos do “Anjo Bom da Bahia” e, assim, Salvador vem cada dia mais se tornando destino de peregrinos de todo o Brasil.

Os baianos costumam dizer que há uma igreja em Salvador para cada dia do ano. A conta, que praticamente virou lenda na Bahia, hoje só é verdade nos versos da música “365 igrejas a Bahia tem”, de Dorival Caymmi, afinal, já são mais de 370 igrejas católicas na cidade hoje. Neste roteiro vamos te levar para conhecer 5 locais que, além de terem grandes histórias, ainda promovem uma imersão, uma excelente oportunidade para católicos, como também para curiosos, vivenciarem profundamente experiências de fé inéditas.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia

Igreja Nossa Senhora da Conceição da Praia. Foto: Fábio Marconi

Imagine rezar o terço na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia caminhando até cada um dos altares, inclusive dentro da “igreja primitiva”, onde tudo começou. Você vai aprendendo sobre a construção da igreja e suas curiosidades. Esta é uma das três igrejas emblemáticas que os devotos de Irmã Dulce vão se emocionar muito ao conhecer. Lá foi onde aconteceu o velório de Irmã Dulce e primeiro local onde seu corpo foi enterrado, antes de ficar por definitivo no Santuário Irmã Dulce.

Em 1549, navios portugueses atracaram em Salvador. Uma imagem da Padroeira de Lisboa acompanhava as grandes viagens da tropa. A imagem, única em todo mundo, foi assentada em uma primeira construção, cujas ruínas existem até hoje. A imagem de Nossa Senhora Imaculada Conceição reinou absoluta até 1946, quando a religiosa foi proclamada Padroeira da Bahia. O projeto da igreja foi desenvolvido em Portugal e sua atual construção, em estilo barroco, foi feita toda de pedra de lioz trazida de Portugal. As pedras foram coladas com óleo de baleia e a obra durou 300 anos, envolvendo três gerações de artesãos. É a única igreja de construção modular de Salvador.

Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, localizada na rua Conceição da Praia, fica praticamente em frente ao mar. O nome Conceição da Praia surgiu da própria população, por se situar próxima à praia. Construída em 1623, é uma das paróquias mais antigas da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, no Brasil.

Sobre a experiência de fé: Estacionamento reservado. Acontece todos os dias. Horários das missas: diariamente às 7h30, quartas às 12h e domingos às 8h e 10h ). Acolhimento e experiência de fé aproximadamente 1 hora. Tem Café e lojinha.

Serviço
Endereço: Rua da Conceição da Praia – Igreja, s/n – Comércio – CEP: 40015-250
Tels.: (71) 3038-6250 / 3038-6254
E-mail: pnscp@ig.com.br / Site: www.santuarioconceicaodapraia.com
Igreja aberta de segunda a quinta, das 8h às 12h e das 14h às 17h, sexta e domingo, das 8h às 12h.

Mosteiro do Salvador

Mosteiro do Salvador. Coutos, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Assistir aos cantos gregorianos das Monjas Beneditinas no Mosteiro do Salvador e ainda comer biscoitos e geleias produzidos por elas é uma experiência única. Para completar, você pode fazer um passeio num bosque de Pinheiros bem ao estilo europeu.

O Mosteiro do Salvador nasceu quando a Congregação Beneditina do Brasil festejava 150 anos de existência. O Cardeal Primaz do Brasil, D. Avelar Brandão Vilela, pediu a Me. Abadessa Luzia Ribeiro de Oliveira OSB, do Mosteiro de Belo Horizonte, uma fundação em Salvador. Em 1977, foram escolhidas para a fundação na Bahia: Madre Joana Calmon Villas-Bôas, Prioresa; Irmã Pia, Ir. Marta Beatrice, Ir. Vera Lúcia e Ir. Ivone, esta última monja da Congregação da Rainha dos Apóstolos, para ajudar a fundação. O grupo escolheu para o seu mosteiro o nome de Mosteiro do Salvador, cuja festa patronal é celebrada no dia 6 de agosto, “Transfiguração do Senhor”.

O Mosteiro do Salvador era inicialmente em Brotas até que, em 1981, mudou-se para Coutos, uma região do subúrbio ferroviário de Salvador, onde até hoje vive. Lá, se pode vivenciar o Canto Gregoriano, acompanhado ao som da cítara, criado para exprimir as palavras da Sagrada Escritura. Esta tradição milenar ressoa, ainda hoje, em novas e antigas formas. Muitas pessoas também procuram o mosteiro para retiros espirituais, já que o local tem uma ótima hospedaria.

Mosteiro do Salvador

Termine a visita indo à lojinha. As monjas produzem o Bricelet tradicional e o Bricelet Coquetel (salgado), um biscoito artesanal, crocante, leve e delicado, produzido em máquina suíça ou alemã, que segue uma receita tradicional suíça com ingredientes selecionados. É um trabalho feito pelas monjas desde 1977, ano da fundação do Mosteiro do Salvador. Elas também fazem deliciosas “Geleias Premium” em 17 sabores como goiaba, manga com tangerina, morango com vinho, maçã com canela, acerola com pimenta, entre outros.

Sobre a experiência de fé: Estacionamento. Hospedaria. Trabalho social. A experiência de fé dura aproximadamente 1h. Almoço. Chegada ao local impreterivelmente até 11:45. Site: http://www.mosteirodosalvador.org.br/ . Na igreja do Mosteiro do Salvador, a comunidade se reúne cinco vezes ao dia, para a celebração do Ofício Divino e Eucaristia, sempre aberta à participação de quem chega.

Para encomendar os biscoitos e geleias: whatsapp (71) 98288 5253 ou saboresmonasticos@mosteirodosalvador.org.br

Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II

Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

A Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II, é o único lugar onde se podem encontrar relicários de primeiro grau de 3 santos: do Papa João Paulo II, Madre Teresa de Calcutá e de Irmã Dulce, além de conhecer os trabalhos da base comunitária.

A Igreja de Nossa Senhora dos Alagados fica bem próxima à Ilha dos Ratos, local onde o trabalho de Irmã Dulce começou, em 1939, dando assistência à comunidade pobre de Alagados. A construção data de 1980, e foi erguida para a 1ª visita ao Brasil do então Papa João Paulo II, um dos mais famosos e carismáticos pontífices da Igreja Católica. Ele queria visitar os mais pobres dentre os pobres. O Cardeal Dom Avelar, então arcebispo de Salvador, escolheu Alagados para acolher o Papa, o que marcou para sempre a vida das pessoas dessa comunidade. Em 2014, com a canonização de São João Paulo II, a igreja passou a se chamar Paróquia Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II. Essa é a primeira igreja do mundo dedicada ao Santo.

Paróquia de Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II

Madre Teresa esteve em Alagados, em sua primeira visita à Bahia, em 1979, sendo recebida por Irmã Dulce, que realizava trabalhos assistenciais no local. Este local é considerado Terra Santa, por causa de todos os santos que ali pisaram, por todos aqueles que ainda pisam e por aqueles que resistem aos elementos de violência e pobreza que ainda compõe a realidade local.

Alguns projetos destacam-se pela necessidade da assistência imediata: distribuição de 200 litros de sopa quinzenalmente, preparado por paroquianos; acolhimento, acompanhamento e ajuda a jovens grávidas no Sonho de Mãe.

Sobre a experiência de fé: Estacionamento. Experiência de fé (contemplando: história, geografia do entorno, iconografia, terra santa), média de 45 min., às terças, quarta, sextas, sábados e domingos (manhã ou tarde). Turismo com base comunitária, de 9h às 16h. Grupos de 8 a 20 pessoas. Pode ter almoço (cardápio no agendamento). Pagamento antecipado (pergunte sobre valores). Endereço: Paróquia Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II – Rua Luiz Régis Pacheco, 1618, Uruguai. CEP: 40450-060 – Salvador/BA. www.paroquiadosalagados.org Telefone: 71 3314-5087 nsalagados@gmail.com

Obras Sociais de irmã Dulce

Túmulo Irmã Dulce. Salvador, Bahia. Foto assessoria.

Ver de perto as Obras Sociais de irmã Dulce, o Santuário que fica ao lado também do Memorial, é um passeio imperdível para quem quer conhecer a fundo a história desta religiosa. Preparamos uma experiência com todos os detalhes neste link.

Memorial Irmã Dulce

Em 2018, foi criado o Caminho da Fé – uma rota de um quilômetro ligando o Santuário de Irmã Dulce à Basílica do Bonfim. Os dois espaços estão entre os mais visitados por peregrinos em todo o país. A rota ainda está em fase de implantação, mas já gera expectativas.

Sobre a experiência de fé: Estacionamento. Diariamente (dois turnos). Acessibilidade. Experiência de fé no santuário média de 25 min. Visita ao Memorial. Tem Café e loja.
Quer saber vários fatos curiosos sobre o Anjo Bom da Bahia? Clica neste link.

Basílica do Nosso Senhor do Bonfim

Igreja do Bonfim. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Termine o dia na Basílica do Nosso Senhor do Bonfim, conheça o museu dos Ex-Votos, suba a torre e ainda tenha a chance de levar o símbolo máximo, o cristo crucificado, até o altar durante a celebração da missa das 17h.

O Senhor do Bonfim é um ícone da fé baiana, atraindo muitos devotos, turistas e peregrinos. A Igreja tem a arquitetura em estilo neoclássico e a fachada em rococó, seguindo o modelo das igrejas portuguesas dos séculos XVIII e XIX, com belos afrescos e azulejaria.

Ela foi construída porque Theodózio Rodrigues de Faria, capitão-de-mar-e-guerra da marinha portuguesa, fervoroso devoto do Senhor do Bonfim, havia feito uma promessa durante uma tempestade de que, se sobrevivesse, traria para o Brasil as imagens do Senhor Jesus do Bonfim e de Nossa Senhora da Guia. Assim, em 18 de Abril de 1745, uma réplica foi trazida da sua terra natal, Setúbal, em Portugal, iniciando a construção da Igreja do Senhor do Bonfim. Mas não foi somente a igreja que foi construída: neste momento começou, também, o culto ao Senhor do Bonfim e à Nossa Senhora da Guia, com a criação da “Devoção do Senhor Bom Jesus do Bonfim”, irmandade de leigos reconhecida pelo então arcebispo Dom José Botelho de Matos, presente na fundação da mesma.

Quer saber mais sobre esta história? Então clica neste link.

Igreja Nosso Senhor do Bonfim

 

Sobre a experiência de fé: Estacionamento. Acessibilidade. Projeto Bom Samaritano. Experiência de fé durante a celebração da missa às 17h.

Observação:

O passeio completo contempla: 5 locais de visitação com experiências de fé inéditas. Almoço. Possibilidade de personalizar o passeio conforme disponibilidade e interesse do cliente. Necessidade de agendamento prévio. Capacidade até 30 pessoas.

Agendamento

Alameda Turismo – Pedro Costa 71 99124-7480
Vitor Faptur – Candida Xavier 71 99932-8738
Plus Viagem – Vitor 71 98882-1777

Igreja Nª Sª da Conceição da Praia: Cristoval ou Mayara- 3038-6250/99196-9546
Mosteiro do Salvador: Irmã Maura- 3521-1802/98288-5253
Paróquia Nª Sª dos Alagados e São João Paulo II: Hilda- 3314-5087 /98661-7548
Obras Sociais de Irmã Dulce: Fabiana- 99653-4995/3310-1115
Basílica do Sr. do Bonfim: Hosana- 3316-2196 / 3207-1551/99138-8368


Igreja Nossa Senhora da Conceição da Praia. Foto: Fábio Marconi

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
16
Duração aproximada
4 horas - 6 horas
Seu bolso

Outros Roteiros

Agenda

13
jul
14
jul
15
jul
16
jul
17
jul
18
jul
Ver mais em Agenda