Conheça a cidade pedalando: Rio Vermelho ao Porto da Barra

Salvar nos favoritos
Orla de Ondina. Salvador Bahia. Foto Abel Baião.

Mais do que um guia das ciclovias e ciclofaixas em Salvador, te damos dicas do que fazer no percurso

A rede cicloviária de Salvador aumentou. De alguns anos para cá, saltou de 38 km para 310 km*. Os espaços destinados a ciclistas estão espalhados por toda a capital baiana, bom para colocar o corpo em movimento e para quem quer aproveitar as incríveis paisagens da cidade enquanto pedala.

Pensando nisso, o Visit Salvador da Bahia preparou uma lista de bons trajetos que aliam esporte e turismo, e ainda dicas do que fazer no percurso. Para moradores ou para quem deseja planejar uma viagem para Salvador, este guia das ciclovias e ciclofaixas vai te ajudar.

Do Rio Vermelho até o Porto da Barra

Para quem quer um passeio leve, com lindos horizontes e repleto de coisas para fazer, definitivamente o percurso perfeito vai ser o do Rio Vermelho até o Porto da Barra. Os soteropolitanos morrem de carinho por estes dois bairros: o RV, além de ser um bairro super boêmio, cheio de bares, é o local onde acontecem as celebrações do 02 de fevereiro. Lá, você encontra a casa de Iemanjá, os acarajés mais famosos da cidade, belas praias e a Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai. A Barra tem um dos visuais mais encantadores desta terra, passando pelo Morro do Cristo, o Farol da Barra, Fortes Santa Maria e São Diogo, além, é claro, do banho de mar mais delicioso de Salcity: o Porto da Barra.

Comece com um bom café da manhã

Nossa sugestão é começar pelo Rio Vermelho. Vá cedo e tome café da manhã por lá. Algumas das ótimas opções são a Mercearia & Padoca, do Pasta em Casa; a Casa Castanho; o Restaurante Manga, e o Mafê Café. Todos são excelentes, mas lembre-se de ligar antes e verificar se é preciso fazer reserva.

Na Mercearia & Padoca, do Pasta em Casa, uma ótima opção são as bandejas compostas por uma salada de frutas, um ovo mexido com pão na chapa, uma bebida quente a base de café e um suco. Tem também o lassi, que é um iogurte aromatizado, água de flor de laranjeira e cardamomo.

A Casa Castanho é especializada em servir café da manhã, brunch, carinho e afeto. Servem opções deliciosas no cardápio, perfeitas para começar o dia bem. Não deixe de provar o waffle de pão de queijo quentinho e crocante. É surreal.

No restaurante Maga é assim: um café da manhã farto e variado pra você voltar sempre até conseguir provar tudo que achou apetitoso no cardápio. Você vai curtir pães feitos na casa, sanduíches, uma excelente charcutaria, doces, ovos caipiras e muito mais.

Pertinho da Praia da Paciência está o Mafê Café, onde um bom dia começa com um bom café. Nossas dicas são a tosta de ciabatta de hommus de beterraba, mix de folhas e caponata, ou, para quem ama um doce, o bolo de baunilha com brigadeiro branco com recheio de geleia de frutas vermelhas.

É hora de pedalar!

… e de conhecer a cidade

Novo Normal. Salvador Bahia. Foto Tércio Campelo.

Do Rio Vermelho a Ondina, seguindo do Largo da Mariquita até a Praça das Gordinhas, o ciclista percorre 2,20 km, sendo parte de ciclofaixa e outra de ciclovia. No percurso estão: a Casa de Iemanjá; coladinho à casa está a Escultura Odoyá, do artista Ray Viana; e logo depois o Cetro da Ancestralidade (Opo Baba N’Laawa), de Mestre Didi. Seguindo, ainda tem a Praia da Paciência, a Praia da Sereia, o começo da orla de Ondina, até chegar à Praça. Ali, fica o Monumento “As Meninas do Brasil”, também conhecidas como “As Gordinhas”. Aproveite e tire uma foto com as três esculturas de bronze da artista plástica Eliana Kértsz.

Pela Avenida Oceânica, da Praça das Gordinhas até o Largo Camarão, tem mais um trecho de ciclofaixa, e depois segue com 1,20 km de ciclovia até o Barra Center. Assim, tudo explicadinho, parece mais complicado do que parece, mas a verdade é que a via é muito sinalizada, tem um direcionamento orgânico, procurado tanto por quem quer um passeio descontraído, quanto por quem quer colocar a carga mais pesada e sair de lá suado como um atleta.

Pôr do sol e banho de mar

Porto da Barra. Foto: Amanda Oliveira

Do Rio Vermelho até o Porto da Barra há, no total, aproximadamente 6 km. Neste momento do passeio, que vai do Morro do Cristo até o Porto, começam algumas das faixas de praias mais famosas da cidade. O pôr do sol de lá também é bem especial.

Se você é daquelas pessoas que gostam de relaxar, as piscininhas naturais de Salvador são uma excelente sugestão. Algumas delas ficam exatamente neste trajeto. Depois desse passeio, um mergulho nas águas tranquilas do Porto da Barra, ou em uma piscina, te espera. Saiba mais neste link.

Conheça as 06 piscininhas naturais mais lindas de Salvador

E olha que dica legal. A empresa TurisBike, que, além de fornecer os equipamentos para aluguel, oferece passeios com guias turísticos, tem o “Bike Tour”, onde um dos passeios é chamado “Praias de Salvador”. Essa é uma pedalada mais longa, com 23 km de percurso e duração de 4h. O trajeto faz o sentido contrário deste proposto aqui. Começa no Farol da Barra, passa pelas praias de Ondina, Paciência e do Rio Vermelho. Depois, segue para Amaralina, passando pelas praias da Pituba e terminando no Jardim de Alah.

E você acha que acabou?

Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.

Depois do passeio de bicicleta e do banho de mar, ainda tem um rolê cultural te esperando. Na enseada do Porto da Barra, ficam o Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana, no Forte Santa Maria, e o Espaço Carybé de Artes, no Forte São Diogo.

No Espaço Pierre Verger, é possível viajar por todo o estado da Bahia e por cada canto de Salvador através de fotografias de tirar o fôlego, onde grandes profissionais mostram uma Bahia por diferentes olhares, ressaltando a diversidade cultural dessa terra maravilhosa. Já o Espaço Carybé das Artes é um centro tecnológico de referência da vida e obra do artista Hector Julio Páride Bernabó, o Carybé, demonstrando, através de recursos de mídia digital e realidade virtual, a grandeza artística deste homem e sua importância dentro das mais diversas técnicas e linguagens utilizadas.

Na Praia da Barra, fica o Farol da Barra, que faz parte do Forte Santo Antônio da Barra. Ele abriga o Museu Náutico da Bahia. O acervo histórico é formado por objetos de diversas épocas, alguns deles submersos por até 300 anos, e que ajudam a compreender a relação do homem com o mar e da Bahia com o Farol. Segundo o portal da Marinha do Brasil, foi erguido em 1536, sendo a primeira fortificação do país.

Serviço

Casa Castanho
@casa.castanho
Horário de Funcionamento: todos os dias, das 08h às 13h.
Endereço: R. Alexandre de Gusmão, 57 – Rio Vermelho, Salvador – BA, 41950-160
Telefone: (71) 98139-3353 ou 71 98104-7803

Pasta em Casa
Instagram: @pastaemcasa
Rua Professora Almerinda Dutra 67, Rio Vermelho
Café da manhã na Padoca: sábados e domingos, das 9h às 11h30.
Telefone: (71) 3334-7232

Restaurante Manga
Endereço: Rua Professora Almerinda Dultra, 40, Rio Vermelho – Salvador.
Referência: em frente à Igreja de Nossa Senhora de Santana.
O café da manhã acontece aos domingos, das 8h30 ao meio dia.

Mafê Café
Travessa Bartholomeu de Gusmão, 104 – Loja B1 – Rio Vermelho, Salvador – BA, 41950-310
Terça a sábado, das 8h às 15h. Domingo, das 8h às 13h

Espaço Pierre Verger – Museu da Fotografia da Bahia
Funcionamento: de quarta a segunda, das 11h às 19h.
Ingresso: entrada: R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia).
Local: Forte de Santa Maria, Porto da Barra, Salvador.
Importante: entrada válida também para visita ao Espaço Carybé de Artes (Forte de São Diogo).
Meia-entrada para estudantes e pessoas a partir de 60 anos. Escolas públicas têm gratuidade em visitas previamente agendadas. Todas as quartas-feiras, as visitas são gratuitas para todos.

Espaço Carybé das Artes
Funcionamento: de quarta a segunda, das 11h às 19h.
Ingresso: entrada: R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia)
Local: Forte de São Diogo, Porto da Barra, Salvador.
Importante: entrada válida também para visita ao Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana (Forte Santa Maria).
Meia-entrada para estudantes e pessoas a partir de 60 anos. Escolas púbicas têm gratuidade em visitas previamente agendadas. Todas as quartas-feiras, as visitas são gratuitas para todos.

Museu Náutico da Bahia
De terça a domingo, das 9h às 18h (todos os dias em janeiro e julho).
Ingressos para o Museu Náutico:
Turista: R$ 15,00 (inteira)
Estudantes, professores e idosos: R$ 7,50.
Grupos escolares: R$ 6,50 por aluno.
Moradores: R$5,00
Gratuidade: menores de 7 anos e deficientes físicos.

Empresa TurisBike Bahia

São três diferentes rotas: panorâmica, histórica e de praias. A empresa oferece bicicletas elétricas.
Alugue sua bike neste link.

Bicicletas por todo lado

Saiba mais detalhes de como alugar bicicletas e sobre orientações para reforçar ainda mais a segurança dos ciclistas nestes links.

Movimento Salvador Vai de Bike neste link.

Estações de bicicletas compartilhadas neste link.

Conheça grupos de ciclistas pela cidade neste link.

Nota
*Dados de acordo com a Transalvador


Novo Normal. Passeio de bicicleta na orla nova de Ondina. Salvador Bahia. Foto Tércio Campelo.

1
2
3
4
4
Duração aproximada
2 horas - 4 horas
Seu bolso
Localização
Largo do Farol da Barra, S/N - Barra, Salvador - BA, 40140-650

Outros Roteiros

Ver Agenda completa
02dez
03dez
04dez
05dez
06dez
07dez
08dez
09dez

Nosso blog

Blog
Natal Salvador 2022. Praça do Campo Grande. Lucas Moura Secom.

Natal Salvador 2022. Praça do Campo Grande. Lucas Moura Secom.

Farol da Barra. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Farol da Barra. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Velho Espanha, um bar metalinguístico: Localizado no Centro, falando do Centro. Fotos: Amanda Nascto /Assessoria.

Velho Espanha, um bar metalinguístico: Localizado no Centro, falando do Centro. Fotos: Amanda Nascto /Assessoria.

Centro de Convenções de Salvador. Bahia. Foto divulgação.

Centro de Convenções de Salvador. Bahia. Foto divulgação.