Espaço Pierre Verger da Fotografia da Bahia

Forte de Santa Maria, Porto da Barra, Salvador
História e Cultura
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.
Museu da Fotografia da Bahia visto das águas transparentes do Porto da Barra. Foto: Fábio Marconi
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.
Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.

A história contada em imagens épicas deste lindo Estado

O Forte Santa Maria abriga história e ancestralidade em molduras

Se você está acostumado a ir para o Porto da Barra apenas para curtir aquela praia maravilhosa, ainda tem muito a viver naquela orla. Em um único lugar, é possível viajar por todo o Estado da Bahia, e por cada canto de Salvador. Como? Em fotografias de tirar o fôlego, grandes profissionais mostram uma Bahia por diferentes olhares, mostrando a diversidade cultural dessa terra maravilhosa. Isso aliado a projeções, salinha-cinema, mapa interativo e realidade virtual.

Este é o Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana, projeto dedicado à valorização, reconhecimento e divulgação da fotografia baiana, destacando o trabalho do etnólogo e fotógrafo franco-baiano Pierre Verger e de mais 100 fotógrafos que tenham nascido ou fixado residência, ainda que temporária, na Bahia.

O intenso uso de meios e recursos tecnológicos transformou esse museu em um espaço pioneiro na Bahia. Assim, cada temática é tratada com recursos tecnológicos diferentes, alguns adotando uma via mais clássica, como projeções e telas interativas; outros, empregando tecnologia de ponta, como apresentações virtuais e interatividades complexas, possibilitando ao visitante criar a sua própria exposição, dentre as mais de 5.000 fotografias apresentadas.

Exposição Permanente

Espaço Pierre Verger. Foto: Fábio Marconi.

A exposição permanente é dividida em seis eixos principais: Retratos (Mostrando as primeiras fotografias feitas na Bahia, retratos de personalidades importantes, até hoje em dia com as ”selfies”), Paisagens Urbanas (fotos de ruas, bairros e pontos diversos da cidade, em imagens antigas e atuais), Cultos Afro-Brasileiros (fotos divididas em níveis de acesso diferenciados, conforme o conhecimento do visitante, mostrando vários momentos cerimoniais), Interior da Bahia (projeção de imagens editadas e musicadas, mostrando as diversas regiões do estado), Cenas do Cotidiano (dezenas de conjuntos de fotos divididos por palavras e temas: capoeira, carnaval, festa de largo), e Fotografia Contemporânea (ensaios de fotógrafos que mostram um extrato diverso e de vanguarda da cena fotográfica local).

Exposições Virtuais

Este é um dos grandes diferenciais tecnológicos do espaço. Diversas exposições que aconteceram ou foram criadas especificamente para o projeto são visitadas através de Óculos de Realidade Virtual. Mostras de Pierre Verger, Adenor Gondim e Hirosuke Kitamura foram as primeiras a serem disponibilizadas ao público.

As exposições virtuais do Espaço Pierre Verger da fotografia Baiana são:

1. As Aventuras de Pierre Verger (Exposição realizada no Museu Afro-Brasil – SP)
2. Ruínas da Memória – Adenor Gondim (Exposição realizada na Igreja da Santíssima Trindade e num casarão em ruínas no Comércio – SSA – BA)
3. Universo Oculto – Hirosuke Kitamura [Oske] (Exposição sobre a Ladeira da Montanha e adjacências)
4. Ciganos [Calon na Bahia] – Márcio Lima (Exposição sobre a etnia de ciganos Calon, realizada em acampamentos ciganos nas cidades de São Felipe, Maragogipe e Gov. Mangabeira)
5. Vales da Chapada – Ruy Rezende (Fotografias sobre a Chapada Diamantina, realizada no Vale do Pati, toda em vídeos 360o – Em fase de programação)
6. Além dos Muros – Coletiva (Exposição realizada na FUNDAC Simões Filho, onde os menores internos fizeram a curadoria das fotografias que mais os remetiam à liberdade – Em fase de Programação).

A curadoria do Espaço Verger da Fotografia Baiana é de Alex Baradel, diretor técnico da Fundação Pierre Verger, que divide os créditos de pesquisa/curadoria com Célia Aguiar, fotógrafa e professora de fotografia. O projeto expográfico é assinado pelos arquitetos Fritz Zehnle Jr e Rose Lima.

Serviço

Espaço Pierre Verger da Fotografia da Bahia
Instagram: @espacopierreverger
Data: de quarta a segunda, das 11h às 18h. Entrada até às 17h.
Ingresso: entrada: R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia).
Local: Forte de Santa Maria, Porto da Barra, Salvador.
Importante: entrada válida também para visita ao Carybé de Artes (Forte de São Diogo).
Meia-entrada para estudantes e pessoas a partir de 60 anos. Escolas púbicas têm gratuidade, em visitas previamente agendadas. Todas as quartas-feiras, as visitas são gratuitas para todos.

Preparamos uma lista com músicas perfeitas para esta experiência. Ouça agora!

Agenda

08
09
10
11
12
13
14
15
16