Turismo e banho de mar!

Salvar nos favoritos
Porto da Barra. Foto: Fábio Marconi

As praias de Stella Maris, Praia do Sal e do Flamengo, localizadas “fora da cidade”, são conhecidas por suas águas cristalinas, superlimpas e coqueiros a perder de vista. Refúgios. Mas se o que você quer é conciliar turismo com um banho de mar, este roteiro vai ser um mapa das praias mais próximas aos pontos turísticos mais conhecidos da cidade.

Igreja do Nosso Senhor do Bonfim + Praia da Ribeira

Este é um daqueles roteiros top 1 da cidade: TEM QUE IR!!! Um dos pontos pelos quais o baiano mais tem carinho. A Igreja, imponente, é rica em detalhes. No teto, uma imensa pintura toma toda a igreja e, no altar, contrasta com as cores menta, branco e dourado. Na lateral, tem a “sala dos pedidos e agradecimentos”. No segundo andar, tem um museu que poucos visitantes conhecem. Se você ficou curioso, venha com a gente e saiba mais neste link.

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim. Foto: Fábio Marconi

Saia do Bonfim andando pela orla da Ribeira. O passeio foi revitalizado, a pista, agora em mão única, propicia a caminhada. A água é tão calma que moradores e turistas, muitas vezes, colocam suas cadeiras e mesas dentro do mar e ficam por lá até a maré cheia. Da areia você tem a vista da Igreja do Bonfim por um outro ângulo. Nos fins de semana a praia fica bem cheia, muitas vezes com carros de som. Se você quiser um dia mais calmo, prefira ir durante a semana.

Orla da Ribeira. Foto: Fábio Marconi

Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat + Praia de Boa Viagem

O Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat é sede do Museu das Armas, com armamentos civis e militares, leves e médios, alguns utilizados pelo Exército no passado. É considerado uma das obras militares mais primorosas do Brasil Colônia. Costuma lotar de turistas quando o sol se põe. De lá, a vista da entrada da Baía de Todos os Santos é privilegiada: de um lado, mira a Salvador; e do outro, a Ilha de Itaparica. Outro lugar para ver “de camarote” o pôr do sol é o Farol da Ponta de Humaitá, chamado de Farol dos Namorados. Os dois pontos turísticos ficam no mesmo complexo, um do ladinho do outro, dá para ir andando. Chegue antes das 17h.

Forte de Mont Serrat. Foto: Fábio Marconi

Ali do lado é a Praia do Meio, coladinha à Praia de Boa Viagem. Escolha uma mesa na areia e divirta-se tentando descobrir quais os prédios que você conhece lá do horizonte: o cenário panorâmico da nossa costa é facilmente visto de lá. Além de águas bem tranquilas, sem ondas, é diferente da maioria das praias da cidade por ter barracas, o que proporciona comodidade para comer e beber. Bom também para crianças, a diversão é procurar os peixinhos nadando. Ela é simplesmente encantadora!

Praia de Boa Viagem. Foto: Fábio Marconi

Farol da Barra + Porto

Você sabia que o Farol da Barra faz parte do Forte Santo Antônio da Barra? E que esta obra típica da arquitetura colonial portuguesa foi construída antes mesmo de a própria cidade de Salvador ser fundada? Farol da Barra abriga o Museu Náutico da Bahia, que conta com um acervo histórico formado por objetos de diversas épocas, alguns deles submersos por até 300 anos e que ajudam a compreender a relação do homem com o mar e da Bahia com o Farol. A gente te conta tudo, neste link. Tem todas as informações.

Museu Náutico de Salvador. Foto: Amanda Oliveira.

Ali do lado, na maré baixa, tem uma linda faixa de areia com um banho maravilhoso. O mais legal é que você vai ter um outro ponto de vista do Farol, de dentro da água. Logo depois, caminhe para o Porto da Barra. Essa praia fica entre dois Fortes: Santa Maria e São Diego. Se for esportista, o lugar é perfeito para a prática do SUP e da canoa havaiana. São várias as empresas desses esportes por ali. É papo de ficar o dia inteiro e ainda ver um pôr do sol memorável. Se quiser saber mais, clica neste link.

Porto da Barra. Foto: Amanda Oliveira

Casa de Iemanjá (Mercado do peixe) + Praia da Paciência

Local sagrado, onde no dia 2 de fevereiro acontece a maior festa do bairro Rio Vermelho: a festa de Iemanjá! As oferendas são depositadas exatamente ali, naquela casinha. Conta a história que, num ano de escassez de peixes no mar, um grupo de pescadores ofereceu presentes para a mãe das águas. Nos anos seguintes, esse ritual se repetiu e a casinha dos pescadores, a “Casa do Peso”, tornou-se um local sagrado dos adeptos do candomblé. Em 1972, o local se transformou na Casa de Iemanjá , e a procissão do dia 2 começa ali. Durante todo o ano, o pátio da casa continua sendo local de venda de peixes frescos. As portas ficam abertas para a visitação pela manhã e começo da tarde.

Orla do Rio Vermelho. Casa de Iemanjá. Fotos: Fábio Marconi

No final da orla em sentido a Ondina, tem uma enseada supercharmosa, que praticamente só os moradores frequentam. É perto de tudo no bairro e tem umas formações rochosas bem legais à direita. Lá, se formam piscininhas boas para relaxar e trocar ideia. Tem serviço de barracas e guarda-sol. Prefira ir quando tem movimento: ela é escondidinha, abaixo do nível do asfalto.

Praia da Paciência. Fotos: Fábio Marconi

Praia do Buracão + Acarajé da Cira

Em Salvador, acarajé é ponto turístico siiiiim, minha gente!!!! No Rio Vermelho você tem várias opções famosas. As queridinhas da temporada são Cira e Regina, dois dos clássicos do bairro. Mas você vai começar esse roteiro indo à praia. A do Buracão está vivendo o momento mais cool da história de suas areias. Também com uma frequência maior de moradores do que de turistas. A faixa de areia não é extensa, o mar não é calmo, mas o clima dos frequentadores é o diferencial: parece que todo mundo se conhece. O lugar é conhecido pelo apelido carinhoso de “praia do oi”. Tem um paredão cheio de grafites e mosaicos em espelhos. Até a escadaria de acesso foi desenhada. Clica aqui e a gente te conta tudo deste pedacinho praticamente escondido do Rio Vermelho.

Praia do Buracão. Rio Vermelho. Foto: Fábio Marconi

A dica é ir à praia do Buracão à tarde, depois que você já fez tudo no seu dia. Vá para relaxar. Aí quando bater aquela fome, siga o conselho lá do começo: se entregue ao dendê. Um acarajé e uma coca, por favor! O acarajé da Cira é o clássico dos clássicos, de ficar com fila todos os dias, mas vale a espera. Uma delícia. Ela fica num largo onde acontecem vários eventos culturais, o Largo da Mariquita. Então, se você der sorte, pode estar rolando um ótimo show por lá, pra fechar seu dia com chave de ouro.

Serviço

Igreja do Nosso Senhor do Bonfim + Praia da Ribeira

Igreja Nosso Senhor do Bonfim
Endereço: Largo do Bonfim, s/n, Bonfim, Salvador-BA.
Horários de funcionamento: segunda, das 8h30 às 18h30. Terça, quinta e sábado, das 6h30 às 18h30. Sexta e domingo, das 5h30 às 18h30. Na última e primeira sexta-feira de cada mês, das 5h30 às 19h30.
Contato: (71) 3316-2196.

Praia da Ribeira
Endereço: Orla da Ribeira. Cidade Baixa, Salvador – BA, 40415-055
Melhor horário: qualquer dia da semana, pela manhã.[A5]

Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat + Praia de Boa Viagem

Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat
Funcionamento: de segunda a sábado, das 09h às 17h.
Endereço: Ponta de Humaitá, Salvador – BA, 40301-155
Contato: (71) 3313 7339

Praia do Meio
R. Eng. Manoel Inácio Bastos, 1 – Boa Viagem, Salvador – BA, 40414-150
Melhor horário: durante a semana, pela manhã.

Farol da Barra + Porto

Museu Náutico
Funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 18h (todos os dias em janeiro e julho).
Endereço: Largo do Farol da Barra, s/n – Forte de Santo Antônio da Barra – Barra – Salvador – Bahia 40140-650
Ingressos:
Turista – R$ 15,00 (inteira)
Estudantes, professores e idosos – R$ 7,50.
Grupos escolares – R$ 6,50 por aluno.
Moradores – R$5,00
Gratuidade – menores de 7 anos e deficientes físicos.

Praia do Porto
Endereço: entre o Forte de Santa Maria e o Forte São Diego. Porto da Barra, Salvador – BA, 40130-000
Melhor horário: qualquer hora do dia, mas o pôr do sol é algo imperdível.

Casa de Iemanjá + Praia da Paciência
Casa de Iemanjá
Endereço: ao lado da Paróquia de Sant’Ana. R. Guedes Cabral, 143 – Rio Vermelho, Salvador – BA, 41950-620

Praia da Paciência
Endereço: Rio Vermelho, Salvador – BA, 40140-130
Melhor horário: pela manhã, e de preferência na maré baixa.

Praia do Buracão + Acarajé da Cira

Praia do Buracão
Endereço: R. Barro Vermelho, Rio Vermelho, Salvador-BA, 41940-360
Melhor Horário: qualquer dia da semana, durante a tarde.

Acarajé da Cira
Funcionamento: de segunda a sexta, das 15h às 22h. Sábados, das 14h à 00h.
Endereço: Largo da Mariquita – Rio Vermelho, Salvador – BA, 41940-426


Igreja de Nosso Senhor do Bonfim. Foto: Fábio Marconi

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
32
Duração aproximada
4 horas - 6 horas
Seu bolso

Outros Roteiros

Agenda

10
ago
11
ago
12
ago
13
ago
14
ago
15
ago
16
ago
Ver mais em Agenda