Protocolos de saúde para o enfrentamento à COVID-19

Salvar nos favoritos

Tudo o que você precisa saber para vivenciar a cidade seguindo os protocolos de saúde

Novo Normal. Salvador Bahia. Foto Tércio Campelo.

 

Devido ao avanço da Covid-19 em Salvador, a Prefeitura prorrogará as medidas de combate à pandemia e preservação à vida.

Entenda todos os protocolos de funcionamento neste link.

Está determinado que, em Salvador, o toque de recolher estadual, entre segunda e quinta-feira, permanece de 22h às 5h. Já no final de semana, isto é, sexta, sábado e domingo, essa restrição é antecipada para 20h. Também está proibida a venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento, incluindo por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 20h de sexta (28) até as 5h da segunda-feira (31).

Veja as principais regras e recomendações dos espaços de lazer na capital baiana

Novo Normal. Salvador Bahia. Foto Tércio Campelo.

Na chegada aos estabelecimentos, a temperatura dos colaboradores, prestadores de serviço e clientes deve ser aferida, e aqueles com resultado igual ou superior a 37,5°C devem ser direcionados para acompanhamento de saúde adequado.

Medidas de combate à Covid-19 durante Corpus Christi

Diante do feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira (3), Salvador terá novas medidas de combate à Covid-19 na cidade.

De acordo com o prefeito Bruno Reis, da quinta (3) até o domingo (6), a capital baiana terá as praias fechadas, o toque de recolher antecipado para às 20h e a proibição da venda de bebidas nos estabelecimentos comerciais. Além disso, em caráter excepcional, não será concedido o ponto facultativo na sexta-feira (4) – sendo assim, nesse dia, o expediente será normal nas repartições municipais.

Praias reabertas

Farol da Barra. Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Desde o dia 03 de maio, todas as praias de Salvador foram reabertas nos dias úteis, ou seja, de segunda a sexta-feira, com horário livre – exceto o Porto da Barra, que funcionará apenas de terça a sexta. Durante os feriados as praias estarão fechadas.

Funcionamento das Igrejas

Igreja do Bonfim. Salvador Bahia. Foto: Tércio Campelo

As informações são atualizadas no site oficial da Arquidiocese de São Salvador da Bahia neste link. As Igreja estão adotando horários de funcionamento distintos. A melhor opção é ligar antes, ou mandar um e-mail para tirar suas dúvidas para: contato@arquidiocesesalvador.org.br .

Em relação a missas, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, por exemplo, permanece fechada desde março. Já a Basílica do Senhor do Bonfim, na Cidade Baixa, está aberta. A entrada é por ordem de chegada (devido ao distanciamento entre as pessoas).

No Bonfim, as missas acontecem de segunda a quinta e aos sábados, às 07h30, 10h30 e 17h (as missas das 7h30 e 17h também são transmitidas pelas redes oficiais da Basílica neste link: https://linktr.ee/bonfimsantuario). Sexta: 6h, 07h30, 9h, 11h e 17h (todas transmitidas pelas redes oficiais e a missa das 7h30 também é transmitida pelo instagram @bonfimsantuario). Na primeira e na última sexta-feira do mês, também tem missa às 15h. Aos domingos: 6h, 07h30, 9h, 11h, 15h e 17h (todas transmitidas. A das 7h30 também é transmitida pela rádio da Basílica e pelo instagram).

Funcionamento dos Shoppings

A Prefeitura de Salvador anunciou que centros comerciais como shoppings centers poderão funcionar em horários e dias livres, com a cidade entrando na chamada ‘fase amarela’ do combate à covid-19. Confira os horários neste link.

Acesso aos parques

Todos os parques da cidade estão fechados. Quando reabrirem, o agendamento é obrigatório para alguns, como a Lagoa dos Dinossauros, no Stiep, por exemplo. A mudança na visitação às sextas e sábados foi necessária para evitar aglomerações devido ao grande fluxo de visitantes.

Agendamento – reserva de horário pode ser feita pelo site http:// lagoadosdinossauros.salvador.ba.gov.br. A duração máxima de permanência no parque é de 30 minutos.

Funcionamento de equipamentos culturais

Casa do Carnaval – fachada. Foto: Fábio Marconi

Os equipamentos culturais da cidade estão fechados. Quando retomarem, os horários de funcionamento podem mudar de acordo com a necessidade de restrição e isolamento social. Nossa recomendação é ligar antes de fazer o seu passeio.

Hotéis

Os hotéis da capital baiana tOs hotéis da capital baiana estão funcionando. Para a segurança de todos, o setor de hospedagem precisa atender às regras de distanciamento físico para as áreas de descanso, tanto de colaboradores quanto de clientes.

Nem tudo vai estar como antes. Pode acontecer da oferta de serviços e amenidades estarem suspensas, como a disponibilização de café, poltronas, áreas de descanso, etc.

Também faz parte do protocolo de enfrentamento municipal à Covid-19 a disponibilização de equipamento para lavagem de mãos com sabão apropriado e toalhas descartáveis.

Totens de álcool em gel, preferencialmente acionados sem contato das mãos, também devem estar disponíveis.

De acordo com os Órgãos Municipais de Saúde, os estabelecimentos do setor devem ainda seguir diversas regras de limpeza, como remoção da roupa de cama e toalhas sem agitar ou sacudir, transportando-as diretamente para o local de lavagem ou transporte.

Piscinas e espaços de dança

Está autorizada a utilização das piscinas das academias e dos clubes sociais, recreativos e esportivos exclusivamente para práticas esportivas, bem como espaços de dança e escolinhas.
Esses locais podem funcionar de segunda a domingo, inclusive feriados, com horário livre, observando os limites impostos pelo toque de recolher decretado pelo governo do Estado, assim como os protocolos geral e setorial de cada atividade. As regras podem ser consultadas no site www.informe.salvador.ba.gov.br/coronavirus .

No caso das piscinas de academias e clubes, os protocolos estabelecem que as aulas devem ter duração máxima de 50 minutos, com intervalo mínimo de 10 minutos entre elas para higienização de escadas, suportes e dos ambientes. É obrigatório afixar, em locais visíveis ao público e próximo aos acessos às piscinas, a capacidade máxima de pessoas que podem utilizar estes espaços simultaneamente.

Deve ser mantido um distanciamento mínimo de dois metros entre os alunos dentro das piscinas e em todos os momentos em que estiverem sem máscara. Além disso, cada raia poderá ser utilizada por, no máximo, dois alunos simultaneamente.

Segue proibida a disponibilização, empréstimo ou compartilhamento de equipamentos utilizados durante as aulas, como pranchas, macarrão, pullbuoy, dentre outros. Estes equipamentos só poderão ser utilizados se os próprios alunos os levarem para a academia. Também continua proibido o uso de calçados utilizados no ambiente externo ao da academia, após passar pelo lava pés e/ou ducha externa.

Dança

Escolas e estúdios de dança, balé, jazz, sapateado, danças urbanas e semelhantes também estão autorizados a receber o público mediante os critérios sanitários para impedir a disseminação da Covid-19. Desse modo, segue proibida a realização de ensaios, coreografias e apresentações que gerem contato físico ou redução do distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, inclusive professores e instrutores.

As turmas deverão ter composição fixa de alunos de maneira a permitir a rastreabilidade caso necessário. Além disso, os usuários não poderão usar nos estabelecimentos os mesmos calçados que utilizaram nos ambientes externos para chegar às escolas. As mochilas, bolsas e sacolas deverão ser armazenadas em locais específicos para este fim, devendo-se evitar o contato entre esses utensílios.

Escolinhas

Já as escolinhas de atividades esportivas, inclusive nos clubes sociais, recreativos e esportivos, estão liberadas para o máximo de dez alunos. As aulas devem ser realizadas em áreas com pelo menos 6 m² por aluno, com grupos fixos, cabendo ao professor manter o distanciamento de pelo menos 1,5 m entre os alunos e os materiais utilizados durante as aulas deverão ser individuais.

Estão proibidas aulas de artes marciais e lutas como jiu-jitsu, boxe, boxe tailandês, muay thai, judô e capoeira. Se porventura voltarem as aulas, os grupos deverão permanecer os mesmos que eram antes e registrados para permitir, caso necessário, o acompanhamento das pessoas que mantiveram contato.

As aulas devem ter duração máxima de 50 minutos, com intervalo mínimo de dez minutos entre elas para higienização completa dos ambientes, utilizando os produtos sanitizantes adequados.

Fases do plano de retomada

Fase roxa

Fase em que só funcionam as atividades essenciais.

Fase vermelha

Nesta fase começa a retomada dos serviços não essenciais de forma escalonada, suspensão de alguns setores por pelo menos dois dias e alteração do horário do toque de recolher, que sai de 18h às 5h para 20h às 5h. Podem funcionar diariamente os serviços de saúde, supermercados, panificadoras, delicatessens, açougues e conveniências, farmácias e drogarias, agências bancárias, lotéricas, laboratórios de análises clínicas, postos de combustíveis, call centers, oficinas mecânicas e borracharias, cemitérios e serviços funerários, hotéis, pousadas e demais estabelecimentos de alojamento, academias de ginástica e similares, cursos livres, templos religiosos e igrejas.

De segunda a sexta

Também ficam liberados a funcionar, apenas de segunda a sexta, atividades da construção civil (7h às 16h), clínicas de estética (7h às 15h), indústria (7h às 15h), funcionalismo público não essencial (9h às 16h), escritórios administrativos, contabilidades, consultoria e similares (10h às 17h), escritórios de advocacia (10h às 17h) e autoescolas (10h às 19h).

De terça a sábado

Volta a funcionar o comércio de rua (de 10h às 18h, sendo que aos sábados esses estabelecimentos estarão livres para abrir em qualquer horário), shoppings centers, centros comerciais e semelhantes (de 10h às 19h, sendo que os prestadores de serviços localizados nesses locais devem obedecer ao horário dos centros de compras), barbearias, salões de beleza e similares (10h às 18h).

De quarta a domingo

Nesta fase, a abertura de restaurantes e bares está liberada, das 10h às 19h. Os estabelecimentos instalados em shoppings devem obedecer ao fechamento dos centros de compras (19h), exceto quando houver entrada independente. As lanchonetes poderão abrir de 7h às 15h.

Continuam fechados

Na fase vermelha permanecem fechados os centros culturais, museus e galerias de arte, clubes sociais, recreativos e esportivos, cinemas, teatros, espaços de eventos sociais (casamento, aniversário, bodas, formatura e similares), espaços de eventos infantis, parques de diversão e parques temáticos, campos e quadras públicas, centros e espaços de convenções, praias e parques.

Fase amarela

Nessa etapa, as atividades também seguirão escalonamento, mas o toque de recolher passará a iniciar às 23h.

Fase verde

A última fase prevê o comércio funcionando em dias e horários específicos, mas com o fim do toque de recolher.



Experiências em Salvador

Agenda

16
jun
17
jun
18
jun
19
jun
21
jun
22
jun
23
jun
Ver mais em Agenda