Fundação Pierre Verger

Salvar nos favoritos

A história, os objetos e a obra do fotógrafo, etnólogo e antropólogo francês

Fundação Pierre Verger. O quarto de Verger. Foto: Tacun Lecy.

Em 5 de Agosto de 1946, Pierre Verger chegou à Bahia, vindo de navio do Rio de Janeiro. Nesse momento, ele ainda era apenas fotógrafo. Não havia escrito nenhum livro e mal sabia o que era um Orixá. Mas já percorrera os cinco continentes, era apaixonado pela cultura africana e afro-americana, tinha muitos amigos antropólogos, entre os quais Roger Bastide, que o orientou na descoberta da Bahia, e havia lido “Jubiabá” de Jorge Amado, o que aumentou ainda mais a sua curiosidade.

Verger foi provavelmente o primeiro a fotografar a cultura baiana com tanta sensibilidade e qualidade. Estas e outras histórias e toda a trajetória de Pierre Fatumbi Verger está muito bem contada (e cuidada) em sua casa, que hoje é a Fundação Pierre Verger. Criada legalmente em 1988, a Fundação funciona até hoje na mesma casa em que Pierre Verger viveu durante anos, na Ladeira da Vila América, em Salvador. Gerida por um grupo de amigos, colaboradores e admiradores de Verger, a Fundação cuida da preservação e divulgação de sua obra.

Poucas pessoas sabem, mas os visitantes podem conhecer, através de uma visita guiada, o quarto, a biblioteca pessoal e o acervo fotográfico de Pierre Verger. Como fundador, mantenedor e presidente, Verger doou à Fundação todo o seu acervo pessoal, reunido em décadas de viagens e pesquisas. São dezenas de artigos, livros, 62 mil negativos fotográficos, gravações sonoras, filmes em película e vídeo, além de uma coleção preciosa de documentos, fichas, correspondências, manuscritos e objetos. Sensacional!

No belo e ativo Espaço Cultural da Fundação Pierre Verger tem uma extensa programação para adultos, jovens e crianças. Ele é fruto da realização de oficinas culturais que aconteceram desde 2002, sendo inaugurado em 2005 para contribuir com a formação dos jovens da comunidade que abriga a Fundação Pierre Verger.

As instalações integram uma ampla área verde, que inclui uma cajazeira centenária, um bambuzal, outras árvores frutíferas e plantas medicinais. Conta com uma praça coberta para eventos e apresentações, além de várias oficinas como: expressão Corporal, Coral, Educação Digital, Capoeira, Violão, Culinária Criativa, Esporte & Cidadania, Percussão, Artes Plásticas e Teatro.

Ao redor da praça estão outros espaços, destinados às várias atividades. Cada espaço foi batizado com o nome de uma personalidade local ou de alguém do convívio do próprio Verger, como a Biblioteca Jorge Amado, a Sala de Dança Mãe Senhora, a Sala de Informática Roger Bastide, a Praça Mestre Bimba, a Sala de artes Carybé, entre outros.

Serviço

Fundação Pierre Verger. Ladeira da Vila América, 18, Engenho Velho de Brotas, Salvador – BA, 40.243-340. Acesso pela Av. Vasco da Gama. De Segunda a Sexta feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Ligue para Eliane (71) 3203 8400 e agende sua visita guiada.

Para compra de ampliações originais de Pierre Verger clique aqui.

Para compra de produtos online neste link.

Espaço Cultural da Fundação Pierre Verger. Oficina de Artes Plásticas (Sala de Artes Carybé); Oficina de Capoeira; Aula de Expressão Corporal; Biblioteca Jorge Amado, informações pelo telefone: (71) 3203-8411 ou (71) 3203-8403 ou (71) 3203-8400. Procurar Jucélia, coordenadora do Espaço Cultural.

Biblioteca Pessoal de Pierre Verger. Livros especializados, grande parte pertenceu ao próprio Verger. Não faz empréstimos. Aberto de Segunda a Sexta, das 08h às 12h. Ligue antes para marcar: (71) 3203 8400.

Preparamos uma lista com músicas perfeitas para esta experiência. Ouça agora!

Fundação Pierre Verger. Foto: Tacun Lecy.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
12
Seu bolso
Localização
R. Vila América, 18 - Engenho Velho de Brotas, Salvador - BA, 40243-340

Outras experiências

Agenda

04
ago
05
ago
06
ago
07
ago
08
ago
10
ago
11
ago
Ver mais em Agenda