Convento de Santa Clara do Desterro

Salvar nos favoritos

Um templo de devoção à Serva de Deus Vitória da Encarnação

O Convento de Santa Clara do Desterro foi o primeiro convento feminino do Brasil, fundado em 1677, por um grupo de religiosas Clarissas, vindas do Convento de Santa Clara, em Évora, Portugal. As fundadoras do Desterro são as Madres Margarida da Coluna, Jerônima do Presepe, Luíza de S. José e Maria de S. Raimundo.

O Convento foi criado a pedido dos Oficiais da Câmara da Cidade de Salvador, da nobreza e do povo ao Rei de Portugal e Algarve, D. Afonso VI. O intuito do local era abrigar as filhas dos vassalos quando eles estivessem fora, em viagens.

Hoje, o espaço é gerido pela Congregação das Irmãs Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus. O complexo abriga a igreja, uma escola de ensino fundamental – o Colégio Franciscano Santa Clara – e um projeto social. Também é muito procurado para celebrações de casamentos. Sua capacidade é de cerca de 200 pessoas.

A Serva de Deus Madre Vitória da Encarnação viveu neste convento e hoje o local é espaço para o cultivo da devoção à candidata aos altares. Há um projeto de alguns devotos, da arquidiocese e de Dom Murilo, então Arcebispo de Salvador, de levarem o nome dela à canonização. Em 2016, Madre Vitória ganhou o título de Serva de Deus, denominação dada pela Santa Sé.

Rota turística

Há muito o que ver e admirar no interior do Convento, na igreja e pelos corredores, para onde se abrem as portas das celas*, que no passado eram povoadas pelas Clarissas. No coro, o teto é dividido em quadros e apresenta fina pintura de autor desconhecido. Nas paredes, painéis de azulejos. Na passagem do coro para a igreja está a lápide de mármore onde repousam os restos mortais de Madre Vitória da Encarnação, falecida em 1715.

O imponente monumento representa a arquitetura monástica e preserva rico acervo de arte sacra. No pavimento térreo, está a capela do Santíssimo Crucifixo dos Passos, com altar do século XVIII. A torre também é da primeira metade do século.

O convento fica em torno de dois claustros, inserindo-se a igreja num dos seus lados. A igreja possui nave única, capela-mor, “coro baixo” e “coro alto” e acesso lateral, com decoração neoclássica, fruto das reformas do século XIX.

O licor das freiras

Como se não bastasse a importância histórica, as freiras tornaram o local algo bem típico de se visitar durantes as festas no mês de junho, pois tornou-se um dos principais pontos de produção de licor da cidade, bebida tão tradicional das Festas de São João. Cerca de 800 a 1000 litros de licor chegam a ser produzidos por ano, dos quais 500 a 600 litros no período anterior ao São João.

São 23 sabores produzidos com todo o carinho pelas irmãs, como anis, limão, maracujá, cacau, pitanga, hortelã, erva-doce, canela, goiaba, carambola, guaco, caju e jabuticaba. O licor de rosa, por exemplo, leva em média de 8 meses a 2 anos em infusão, sendo filtrado por volta de sete vezes. A flor usada na produção é a rosa Rainha Elizabeth, que vem de uma pequena plantação das próprias irmãs.

Licor das Freiras do Convento do Desterro

Serviço

Convento de Santa Clara do Desterro
Endereço: R. Santa Clara, S/N – Nazaré
Telefone: 71 3243-1935
Celas* – como são chamados os locais privados para residentes

Matérias complementares: https://www.salvadordabahia.com/salvador-e-para-casar/

Convento Santa Clara do Desterro. Nazaré, Salvador, Bahia. Foto Fernanda Slama.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
9
Seu bolso
Localização
R. Santa Clara, S/N – Nazaré, Salvador - BA, 40301-110

Outras experiências

Agenda

23
out
25
out
26
out
27
out
28
out
29
out
30
out
Ver mais em Agenda