Restaurante Dona Mariquita

Salvar nos favoritos

Uma imersão gastronômica na cozinha patrimonial do estado da Bahia.

Restaurante Dona Mariquita. Rio Vermelho, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

Mesmo descrevendo todos os sentimentos que o restaurante da Dona Mariquita resgata do universo da cultura baiana, ainda assim, você vai chegar lá e descobrir muitos outros. E se ousar descrever as receitas, seria necessário, além dos ingredientes originais como os mariscos do recôncavo da Bahia, sementes e folhas, mesclando as influências indígenas, africana e sertaneja, acrescentar uma pitada de carinho, outra de sorrisos e uma boa colher de apreço.

É incrível como aquela casinha azul, numa rua tranquila do bairro do Rio Vermelho, consegue representar tantas ‘Bahias’. Um pouco da cozinha patrimonial do estado da Bahia, uma culinária riquíssima que vai muito além do dendê e carrega a herança não só africana como também mulçumana e sertaneja. No Dona Mariquita, os pratos são feitos como foram criados, num resgate de receitas tradicionais para a preservação do patrimônio cultural.

Pratos coloridos e cheios de sabor, decoração impecável inspirada nos terreiros de candomblé, iluminação agradável, te fazem querer ficar ali por horas saboreando cada garfada. Aceite as sugestões do dia ou deixe sua criatividade escolher sua refeição. Aproveite para tomar a caipiroska de tamarindo, em outro lugar é difícil de achar!

O restaurante traz à mesa, em porções fartas para dois, preparos como maniçoba (cozido da folha da mandioca); o xinxim (um cozido que, ali na casa, como no passado, traz entre seus temperos o egussi, nome dado à semente torrada de abóbora ou melancia); Pititinga com molho lambão; saladinha de peguari; catado de palmitos de jaca; mini abará; efó (refogado de folha de taioba); e a passarinha (baço do boi frito) do jeito que a iguaria é vendida nos tabuleiros das baianas. Tem também o Pudim de leite com fava de Áridã, muito conhecida no Candomblé.

Vale anotar algumas datas para não esquecer: todo mês de setembro, rola no Restaurante Dona Mariquita o tradicional Caruru. No mesmo mês, acontece a “Lavagem do Beco do Moreno”, uma brincadeira entre amigos que acabou virando tradição. Já nos fins de tarde do mês de julho, tem o “Merendas de Tabuleiro” com acaçá de leite, bolinho de estudante, Mungunzá, cuscuz de tapioca, lelê, arroz doce e muito mais. Normalmente, acontece às quintas, sextas e sábados, das 17:00 às 21:00h. Fiquem ligados nas redes sociais para ver quando começa.

Foto: CaipirosKa de tamarindo com Poqueca (moqueca assada na folha de banana com acaçá de leite).

Serviço

Cozinha Patrimonial da Bahia
Terça, quarta e domingo: 12h às 17h
Quinta a sábado: 12h às 23:50h
Telefone: (71) 3334 6947
www.donamariquita.com.br

Preparamos uma lista com músicas perfeitas para esta experiência. Ouça agora!

Restaurante Dona Mariquita. Rio Vermelho, Salvador, Bahia. Foto: Amanda Oliveira.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
36
Seu bolso
Localização
R. do Meio, 178 - Rio Vermelho, Salvador - BA, 41490-426

Outras experiências

Agenda

13
jul
14
jul
15
jul
16
jul
17
jul
18
jul
Ver mais em Agenda