Histórias dos bairros de Salvador: Saúde

Salvar nos favoritos

Botecos, igrejas e casarões históricos

Vizinho do Pelourinho, bairro tem charme e boa gastronomia

Mural assinado pelo artista plástico baiano Bel Borba. Restaurante Di Janela. Foto: Amanda Oliveira.

O nome do bairro é uma homenagem a Nossa Senhora. Vizinho do Pelourinho, o bairro da Saúde tem charme e boa gastronomia como seus aliados de uma boa visita. Os sobrados históricos compõem o cenário do bairro, que integra o sítio da Saúde, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e considerado zona de preservação rigorosa.

Uma boa forma de conhecer o local é fazendo uma boa caminhada, começando pela Igreja de Nossa Senhora da Glória e Saúde, que é uma das mais antigas da Bahia. De lá, você pode degustar de um prato autêntico de boteco com uma cerveja estupidamente gelada – um clássico que os botecos do bairro se orgulham em ostentar.

No caminho, certamente você encontrará figuras típicas das ruas da Bahia: os vendedores de picolé e de taboca. Uma ótima pedida para você ir saboreando ao mesmo momento em que observa os casarões históricos e coloridos do bairro. Dos botecos, igrejas e casarões históricos: conheça o bairro da Saúde e programe uma visita.

Tradição de fé

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Paróquia Saúde e Glória (@saudegloria) em

Localizada na Praça Severino Vieira, Largo da Saúde, na cidade de Salvador, em local antigamente conhecido como Alvo, a Igreja Matriz da Nossa Senhora da Saúde e Glória é um dos pontos mais importantes do bairro que, inclusive, cresceu no seu entorno.

A igreja da Saúde e Glória começou a ser construída no dia 2 de fevereiro de 1723 nas terras do Tenente Coronel Manoel Ramos Parente. Um ano depois, a igreja estava pronta.

Ela tem elementos barrocos, rococós e, no seu interior, neoclássicos. A obra da igreja ficou completamente pronta entre os anos de 1769-1770. No teto, há uma das primeiras pinturas ilusionistas da Bahia, realizada pelo artista Domingos da Costa Filgueiras.

Caminhada pela história

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por se essa rua fosse minha (@seessarua_fosseminha) em

Caminhar pelo bairro da Saúde é – literalmente – fazer um passeio pela história dos últimos 250 anos de Salvador. O bairro conserva marcas históricas remanescentes do período colonial. Em muitas ruas do bairro, o calçamento de pedras daquela época ainda é mantido (ou seja, opte pelos tênis ou saltos largos para caminhar) e também os casarões que persistem em grande número no bairro.

A caminhada pelo bairro da Saúde remete ao clima de cidade do interior. No final da tarde, certamente você vai encontrar moradores com suas cadeiras de balanço nas portas de casa. Os casarões coloridos – a maioria do século XVIII –m são também um ótimo lugar para fazer aquela bela foto para postar nas redes sociais.

Botecos dos bons

Restaurante Di Janela. Foto: Amanda Oliveira.

O bairro da Saúde rima com bons botecos que, em sua maioria, são instalados em casarões antigos e super bem decorados do entorno do Largo da Saúde. Há estabelecimentos de todos os conceitos. Nos botecos mais clássicos, você pode se deliciar com os sabores regionais da Bahia: caruru, vatapá, feijoada, maniçoba além da clássica rabada com pirão. Tem também os botecos com som ao vivo e que servem petiscos pra acompanhar com drinks ou cerveja. Nestes, você pode aproveitar sabores como bolinhos de carne de fumeiro, arrumadinho e escondidinho de carne do sol.

Há também botecos ”gourmet”, que servem uma comida clássica, mas com toques de inovação. Um do mais famosos do bairro é o Di Janela Boteco Gourmet, que tem pratos saborosos com temperos regionais com um toque mais sofisticado. No local, tem um mural do artista plástico Bel Borba.

Di Janela Boteco Gourmet

No Di Janela, você sente exatamente essa aura de interior. A maioria das mesas é espalhada pela rua e a resenha corre solta. Perto dali, o Largo da Saúde é ponto de encontro de vários sambistas da cidade. A roda de samba do Bloco Pagode Total, fora da Pandemia do novo coronavírus, acontece todos os domingos. Por lá, já passaram os grupos Catadinho do Samba, Samba Negro Lindo, Samba Mocidade, entre outros. Conheça mais sobre o samba da Bahia neste link.

O Samba da Bahia

n°1 - Nossa dica é a Chapa de Frutos do Mar. Restaurante Di Janela. Foto: Amanda Oliveira.

1
2
3
4
5
6
6
Seu bolso
Localização
R. da Glória, 09 - Saúde, Salvador - BA, 40045-140

Outras experiências

Agenda

30
set
01
out
02
out
03
out
05
out
06
out
07
out
Ver mais em Agenda