De boa na Barra

Salvar nos favoritos

Imagine que um dia desses você queira passar o dia todo pela Barra, sem usar muito o carro (de aplicativo ou não) ou ônibus. No máximo você vai pegar uma bicicleta. Ficar de boa, sem muito corre, nem compromisso.
Se estiver vindo de outra parte da cidade, pare próximo ao Porto, em alguma rua transversal à orla. É ali que tudo começa… e tem grandes chances de ser onde seu dia também vai terminar. Isso porque o Porto da Barra é conhecido por ter um dos melhores banhos do mundo… e um pôr do sol de tirar o fôlego! Neste roteiro, prefira começar pela manhã.

Foto: Amanda Oliveira

Água cristalina, morna e sem ondas, tem uma “aura” que varia da calmaria da semana com suas rodas de altinha, crianças correndo e pescadores, até a ferveção dos fins de semana, quando é da faixa de areia que você já fica sabendo qual a boa da noite.

Foto: Amanda Oliveira

É também conhecido pelo seu trampolim onde, na maré cheia, as pessoas dão vários saltos que chamam atenção de vários fotógrafos. É imperdível também provar o inconfundível picolé de amendoim Capelinha, assinatura das delícias da Bahia. Se a sua é roska, escolha a de seriguela, claro!

Foto: Amanda Oliveira

Depois vá caminhando pela orla até o famoso Farol da Barra. Muito mais do que uma parada obrigatória para selfies, o forte onde fica o Farol abriga o Museu Náutico da Bahia, que conta com um acervo histórico formado por objetos de diversas épocas, alguns deles submersos por até 300 anos e que ajudam a compreender a relação do homem com o mar e da Bahia com o Farol.

Farol da Barra. Foto: Fábio Marconi

Lá de cima você tem uma vista deslumbrante: de um lado o mar, um horizonte azul. Do outro, o largo onde a grande festa momesca do circuito Barra-Ondina começa, tendo ao fundo um edifício emblemático da cidade, o Oceania. Naquela varanda, Gilberto Gil e a família reúnem amigos e convidados na festa anual do Expresso 2222. De um lado você tem um pôr do sol deslumbrante, e do outro dá pra imaginar aquela massa de gente que se junta ali para ver grandes artistas em seus trios elétricos! Saiba mais, neste link.

Museu Náutico de Salvador. Foto: Amanda Oliveira

E por falar em carnaval, outro ponto clássico da folia é o Cristo da Barra. Quem nunca marcou lá para se encontrar com amigos no meio da folia, ou quando se perde?! Do Farol para lá é uma caminhada gostosa, cheia de pessoas fazendo esportes e crianças brincando. Aprecie a vista de lá. É bem bonita!

Na caminhada para o Cristo, a vista do Farol da Barra Foto: Thiago Sampaio

Dali, siga caminhando em direção ao Clube Espanhol. A orla está toda reformada e a ciclovia funciona a todo vapor. Se quiser fazer todo o percurso de bicicleta, pode ser bem bacana também. Na avenida Oceânica, tem um avião de caça Mirage III instalado na Praça Orugana. E se ligue, essa aeronave não é uma réplica!!! Ela cumpriu mais de 67 mil horas de voo em defesa da soberania do espaço aéreo brasileiro! Irado, né?!

Depois que você passar pela praça, na próxima sinaleira, atravesse e entre num bairro dentro do bairro. Seja bem-vindo ao Jardim Apipema. Ande pelas ruas arborizadas que mais parecem de uma cidade de interior. Aproveite para fazer umas comprinhas. A Soul Dila tem uma loja supercharmosa lá. A marca, que vem conquistando desde 2008 um lugar cada vez mais forte no coração do morador, também aparece como uma excelente opção de “lembrança” de Salvador. Seus produtos carregam o DNA baiano e ostentam o orgulho local em frases como: Oxente, Retada (o), Leão (para torcedores do Vitória), Baêa (para os torcedores do Bahia), Vá na fé, além de nomes de bairros como Liberdade e Curuzu.

Nessa hora você deve estar azul de fome, né? Ah! Pois vai valer “guardar o apetite” para este almoço tardio. Ali pertinho, O Carvão é conhecido por sua cozinha de fogo: carne suculenta e o sabor de brasa! Da entrada às bebidas, tudo passa pela brasa! Ah, e claro, a sobremesa também. Se não aguentar esperar, vá logo ao prato principal, o Prime Rib de Angus tem 500 gramas da costela com duas guarnições à escolha. Mas vale percorrer todo o cardápio. Tudo é de dar água na boca!

Crostata do Restaurante Carvão. Foto: Kato/ Assessoria

Termine o dia numa rede, ou se estiver de bicicleta ou tiver que voltar ao Porto para pegar o carro, aproveita para ver o espetáculo de cores no céu da Barra. Desejamos a você um bom pôr do sol!

Serviço

Museu Náutico
De terça a domingo, das 9h às 18h (todos os dias em janeiro e julho).
Ingressos para o Museu Náutico:
Visitante: R$ 15,00 (inteira)
Estudantes, professores e idosos: R$ 7,50.
Grupos escolares: R$ 6,50 por aluno.
Moradores: R$ 5,00
Gratuidade: menores de 7 anos e deficientes físicos.

Soul Dila Jardim Apipema
Aberto de segunda a sexta, das 09h às 20h e sábados, das 09h às 18h.
R. Prof. Sabino Silva, 14 – Jardim Apipema, Salvador – BA, 40155-250
Telefone: : (71) 3237-3871

Carvão Restaurante
Endereço: R. Prof. Sabino Silva, 5 – Chame-Chame, Salvador – BA, 40157-250
Horário de Funcionamento: De terça a quinta, das 12h às 23h. Sexta e Sábado, das 12h às 00h. Domingos, de 11h30 às 17h.
Contatos: (71) 99632-8682
Redes sociais : @carvaorestaurante
Estacionamento Valet Parking R$10,00


Porto da Barra. Foto: Amanda Oliveira

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
13
Duração aproximada
6 horas - 9hs
Seu bolso
Localização
Salvador - BA, 40130-000

Outros Roteiros

Agenda

10
ago
11
ago
12
ago
13
ago
14
ago
15
ago
16
ago
Ver mais em Agenda