Agenda
Exposição ‘Reminiscências Museu de Arte Popular’

1.000 peças de arte popular nordestina

De 21 de outubro até dezembro, fica em cartaz a exposição ‘Reminiscências Museu de Arte Popular’ no Museu de Arte Moderna (MAM-Bahia). Depois de 60 anos , o MAM volta a expor a ‘Coleção de Arte Popular Lina Boa Bardi’ no seu local de origem, o Solar do Unhão. Formada por cerca de 1.000 peças de arte popular nordestina coletadas desde o final da década de 1950 e início dos anos 1960, é integrada por carrancas da proa de barcaças do Rio São Francisco, ex-votos, imaginária, esculturas em cerâmica representando animais e figuras humanas, fifós/candeeiros, panelas, potes de barro, brinquedos, utensílios domésticos e objetos de uso diário criados a partir de materiais recicláveis. A exposição tem acesso gratuito e estará aberta de terça-feira a domingo, sempre das 13h às 17h.

A coleção tem o nome em homenagem a arquiteta e designer ítalo-brasileira, também primeira diretora do MAM (1959-1964), Lina Bo Bardi (1914–1992), pois foi ela que deu continuidade ao acervo de arte popular iniciado pelo cenógrafo e diretor de teatro pernambucano, Martim Gonçalves (1919–1973) que implantava a pioneira Escola de Teatro da UFBA. A partir da amizade e afinidade entre os dois foram viabilizadas duas mostras com essas peças: ‘Exposição Bahia’ de Arte Popular Nordestina na 5ª Bienal Internacional de São Paulo (1959); e a exposição ‘Nordeste’ no Solar do Unhão (1963).

Foi também Lina Bo Bardi que concebeu e coordenou as obras de restauro do complexo arquitetônico-histórico do Solar do Unhão, originário do século XVII e tombado como Patrimônio do Brasil em 1943. Desde o início, Lina planejou criar dois museus no Unhão: o de Arte Popular e o de Arte Moderna, incluindo um Centro de Estudos e Trabalhos Artesanais (CETA) como uma escola produtiva de arte e design que unia o saber popular ao acadêmico. Impedida e pressionada pelo Golpe Militar em 1964, Lina foi obrigada a abandonar as suas ideias inovadoras e à frente do seu tempo.

 

Serviço

Exposição ‘Reminiscências Museu de Arte Popular’
Solar do Unhão – Museu de Arte Moderna
Período: de 21 de outubro até dezembro de 2022
Acesso gratuito
Funcionamento:
Mais informações sobre o museu via telefones (71) 31176132 e 31176139 (segunda a sexta, 9h às 12h e 13h às 15h).
Acesse o instagram @bahiamam e site www.mam.ba.gov.br.


Preço
Gratuito

Local
Solar do Unhão - MAM

Data e horário
De 21/10/2022 até 22/12/2022 - , Ter, Qua, Qui, Sex, Sab