Noite de Salvador: O baixo Carmo

Salvar nos favoritos

Rio Vermelho, Santo Antônio Além do Carmo, grandes shows na Paralela, festas de largo no Pelourinho ou show de drags na Carlos Gomes…

Hoje o Visit Salvador da Bahia vai te mostrar a noite de Salvador que acontece no “baixo Carmo”

Ali no encontro do Pelourinho com o Carmo, está acontecendo um movimento que há tempos não vemos. Bares e ruas que antes ficavam com pouco movimento, apenas frequentadas por moradores ou para uma cerveja rápida, hoje se transformou em um ponto de encontro babadeiro. Outro fato interessante é que, para quem sai das praças do Pelourinho, esse é um dos destinos para o “after” no Centro Histórico. E aí? Você já curtiu uma noite no “baixo Carmo”?

O Bar do Neuzão, na esquina do Pelourinho com o Taboão, é conhecido principalmente por ter sido locação do filme ”Ó Paí, Ó” (2007) e por carnavalescos voltando do rolê na madrugada – se você sai nos blocos “Filhos de Gandhy” ou “Muquiranas”, sabe do que estamos falando.

O local também é conhecido como “Bar Ceará” e “Bar e Restaurante do Calçadão”, e vem sendo novamente tomado por uma gente bacana, muito por conta das rodas de samba. A exemplo disso, o grupo Samba pra Rua, composto por excelentes músicos e musicistas, como o Mestre Mário Pam, compositor e regente do Ilê Aiyê, já fez por lá algumas edições do evento “Feijoada com Samba”. O Bar do Neuzão fica na rua Padre Agostinho Gomes, na Baixa dos Sapateiros (em frente à Casa do Benin). Saiba a programação no instagram @sambaprarua.

Ali pertinho, há uma mercearia, e acredite: ela também faz parte da lista de points do “baixo Carmo”. Muitas pessoas, antes de escolherem seu paradeiro, entram para comprar laricas como biscoitos, lanchinhos e bebidas, pois, por ser um mercadinho, tem preços mais baratos do que os estabelecimentos ao redor. Fica um bafafá só na porta.

Nesta esquina, você tem de um lado o Bar da Pri e, na outra ladeira, diversos bares até chegar ao Malembe. O Bar da Pri funcionava na Casa Charriot, no Comércio, e agora está na Rua do Passo, número 06. Continua com a mesma alma, digamos, “montação & diversão”, com os melhores drinks, boa música, cerveja gelada, uma iluminação babado, shows de drags e programação diversa.

Do lado oposto, na Ladeira do Carmo, número 07, na subida de quem vai em direção ao Santo Antônio, está o Malembe Food & Drinks, um bar de drinks diversos, comida internacional, brasileira e vegana. Tem mesas em ambiente interno e também na calçada, onde são disputadíssimas. Por lá, acontecem apresentações musicais de artistas locais e performances de Drag Queens. Quando bater aquela fome, entre as ótimas opções, nossa sugestão é o prato de Angola, Moamba de Ginguba, preparado com frango, quiabo e amendoim.

Subindo a escadaria do Passo – que também foi palco cinematográfico de Salvador, sendo um importante cenário no filme “O Pagador de Promessas” (1962) – encontraremos outro point. Lá em cima, na Rua do Passo, 37, está o Bar A Marujada.

Por lá, acontecem, entre outros eventos, samba de terreiro toda quinta-feira. A escadaria do Passo voltou à cena noturna muito por conta desse bar. Os sambas promovidos pelo bar são uma forma de marcar território e fomentar a cultura popular da Bahia. O grupo de ogans “Alacorin“ é o responsável em transmitir o samba de terreiro e do Recôncavo Baiano. Se bater uma fominha, tem ótimas opções de comidas e drinks.

Na mesma rua, estão ainda: a Casa Ubunto Masai, espaço de eventos culturais, samba e cerveja gelada; a Casa Cultural Reggae, local de eventos e apresentações, na Praça Jubiabá, sem número; e a Casa BATEKOO, na rua do Passo, 40. Esta última, além de ser um lugar de excelente programação, repleta de shows, oficinas, produção de conteúdo e intervenções artísticas, ainda tem um terraço com uma vista de tirar o fôlego.

Uma noite que você não pode deixar de conhecer é a dos eventos idealizados pelo coletivo Afrobapho, formado por jovens negros LGBTQIA+, que utiliza as diversas expressões artísticas como ferramenta social. Casas como a BATEKOO, Casa Cultural Reggae e o Bar da Pri já tiveram edições de eventos produzidos pelo coletivo. Um exemplo é o “Ball”, uma competição entre “houses”, ou casas de Vogue, estilo de dança que tem seu berço na comunidade LGBTQIA+. Isso é só um resumo do que isso significa, já que o Vogue é uma cultura que envolve muitos fatores além da dança, como as relações entre integrantes da casa, moda, maquiagem, linguagem e muito mais. Fique de olho na agenda deles. Sensacional!
Salvador se reinventa a cada temporada, e sua programação noturna não poderia ser diferente. Conte pra gente qual o seu rolê preferido e mande as dicas para o visitsalvadordabahia@gmail.com. Aproveite e conte se curtiu as sugestões que demos aqui.



Coloque outras experiências na sua agenda

Ver Agenda completa
09dez
10dez
11dez
12dez
13dez
14dez
15dez
16dez