A Bahia está na moda

Salvar nos favoritos

Grandes empresas do mundo da moda têm Salvador como fonte de inspiração. Em especial, a marca carioca FARM, que fez uma verdadeira declaração de amor a esta terra

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

A moda no Brasil, atualmente bem conceituada no mundo todo, é conhecida por sua criatividade e originalidade. Mas a recente “Era Fast Fashion” distanciou a moda mundial de seu principal conceito: a arte, onde o desenvolvimento de produtos também tem o propósito de expressar ideias, emoções e formas de ver o mundo. E por aqui não foi diferente. Parecíamos estar fadados à cópia, a fazer mais do mesmo, entregues ao consumo desmedido.

Graças a Nossa Senhora dos fashionistas, muita coisa vem mudando. O que mais chama atenção é o comportamento do consumidor de moda, que quer saber como o produto foi feito, os materiais que foram utilizados, até os valores empregados em cada peça. Mais que isso, quer saber as histórias por trás das coleções e, principalmente, quem são as pessoas envolvidas no processo, o que fazem, o que pensam, o que leem, o que ouvem. Moda hoje conecta pessoas.

E este parece ser mesmo o grande ponto de retomada da moda: as relações entre cultura, arte e sua gente. Alinhados com este pensamento, grandes trabalhos vêm sendo apresentados, cheios de significados e, principalmente, representatividade. Isso inclui a marca carioca FARM, Sandálias Ipanema, o Grupo Grendene e a revista Marie Claire. E sabe o que eles têm em comum? Em seus últimos lançamentos, todos têm a Bahia como fonte de inspiração.

Uma imensidão criativa na Bahia

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

O pôr do sol daquele dia quatro de outubro parecia ter sido encomendado. As nuvens perfeitamente colocadas ali deixaram os raios solares com uma luz difusa na plenitude daquele céu azul. O desfile começou e deixou todos maravilhados: uma verdadeira reverência à Bahia com estampas que mostravam todo amor e poesia presentes aqui. No Museu de Arte Moderna, de frente para a Baía de Todos os Santos, baianos e cariocas apaixonados por moda atingiram um outro plano astral com shows de Gilberto Gil, Luedji Luna, Gerônimo, Cortejo Afro e do Bloco Afro Olodum.

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

Esta foi a convenção da FARM em Salvador, uma linda experiência. A marca é conhecida por não vender apenas roupas: fala de conceito, lifestyle, imprimindo valores a cada lançamento. Com a coleção de Alto Verão Oxe!, fez uma declaração de amor à Bahia, indo além de apenas vestir as pessoas com cada peça de roupa criada, mas também deixando uma vontade de conhecer profundamente este Estado-País e, principalmente, nossa São Salvador.

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

Junto com a marca carioca estão Alberto Pitta, Gilberto Gil e Olodum – parcerias inéditas que co-criaram parte das peças da coleção e ajudaram a contar essa história de dentro para fora. Segundo a equipe de criação da empresa, esta coleção é um sonho que vem sendo vivido há mais de um ano por muitas mãos e olhares.

Há 21 anos, o olhar para a brasilidade tem sido a direção da FARM. E, após as primeiras lojas nos Estados Unidos e a entrada no mercado internacional, a busca por registrar a grandeza multicultural do Brasil se tornou ainda mais latente. Reconhecer a imensidão da própria casa foi o mote para o desenvolvimento das peças. Os criativos da marca vieram se inspirar por aqui, pois haja imensidão na Bahia!

“Para mim foi um prazer muito grande receber este convite da FARM para fazer essa coleção (de Alto Verão). Uma coleção que é “baianissíssima”, que vem dessa minha história com os Blocos Afros. Então as pessoas verão uma espécie de insubordinação em movimento. Peças artísticas que todo mundo vai poder vestir, já que a Bahia conhece isso como ninguém. Só que agora vai estar no Brasil inteiro e nas lojas da FARM fora do Brasil”, conta Alberto Pitta.

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

Alberto Pitta, filho da mãe Santinha de Oyá, artista plástico baiano, criador do Cortejo Afro e um dos pioneiros da estamparia baiana africana, ofereceu um workshop criativo para designers da marca carioca em seu próprio ateliê, no bairro do Pirajá. De lá, nasceu “Andar com Fé”, coleção assinada por ele, em colaboração com os designers, que dá vida a suas raízes e reverencia a amizade que tem, há anos, com Gilberto Gil. O mais importante é que, ao comprar qualquer peça de ‘Andar com Fé’, a cliente apoia, junto com a marca, o Instituto Oyá, a arte e a cultura baiana.

“As estampas são o que chamamos de estampas de temáticas baianas-africanas, com símbolos e signos milenares de Áfricas, além de ferramentas de Orixás, búzios, ressignificando e contando histórias nos panos já que nessas estampas tem letras (de músicas) de Gilberto Gil, entrecortando as estampas, o que para mim é uma honra muito grande”, explica Pitta.

Andar com Fé é o nome de uma das músicas icônicas de Gilberto Gil. Alberto Pitta e o cantor são amigos de longa data e, a convite do artista plástico, ele topou participar da coleção, que também homenageia sua obra em peças, com parte da renda revertida para o Instituto Oyá, fomentando a cultura para jovens do Pirajá. A estampa “Aquele Abraço” traz referências musicais importantes de seus quase 65 anos de carreira. Além dessa criação, a marca desenvolveu silks e peças em jeans que interpretam as músicas “Eu vim da Bahia”, “Back in Bahia” e “Toda menina baiana”.

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

“A Bahia é um sentimento estético”, frase de Alberto Pitta.

Tendo a música como ponto de partida, a campanha de alto verão conectou-se com a cidade experimentando diversas linguagens visuais, reunindo várias Bahias. Há referências à Ilha de Maré, Feira de São Joaquim, Largo do Pelourinho, Praia da Paciência entre muitas outras localidades. O minidocumentário filmado no Pelourinho, [A6] com casting assinado pelo próprio Grupo Afro Olodum, com participação especial da cantora Larissa Luz, foi uma celebração ao sucesso da collab da FARM com o grupo baiano que já havia começado desde a coleção de inverno passada.

A campanha, com direção de Carlos Mach – gerente de branding da marca carioca, e assistência de direção assinada por Sirc Heart, artista visual baiana, trouxe um time de artistas, também baianos, entre bailarinos e modelos, ocupando espaços simbólicos da cidade de Salvador. Vera Passos, coreógrafa e professora da Fundação Cultural do Estado da Bahia, assinou a coreografia.

Além dos parceiros acima, FARM se uniu a um time criativo de Salvador: maquiadores, filmmakers, redatores, fotógrafos, modelos e outros profissionais contribuíram para o resultado da coleção, respeitando a originalidade soteropolitana e a representatividade baiana. Para completar, ainda fez um catálogo especial com todos os personagens envolvidos no processo, contado um pouco de suas histórias e sua relação com a cidade.

Para quem está em Salvador, a arte de Pitta também se desdobrou na instalação “Trança’tlântico”, obra idealizada por ele com apoio de Vik Muniz e que conta a história do cabelo e de penteados que atravessaram oceanos nos Navios Negreiros. A instalação ficará em exibição pelas próximas semanas do mês de outubro no museu, na Avenida Contorno.

Desfile da FARM Coleção Alto Verão Oxe! Salvador, Bahia. Foto: Thiago Borba.

Outras grandes parcerias

A marca de sandálias Ipanema acaba de lançar neste mês de outubro a nova coleção de Ipanema Graffiti. Um dos nomes escolhidos para ilustrar um dos novos modelos foi a artista plástica e muralista Nila Carneiro. Está na lista de grandes trabalhos da artista em Salvador o mural gigante de Yemanjá no Porto de chegada de navios. A Ipanema a escolheu pois Nila espalha suas cores pelos muros da cidade, inspirada na natureza feminina. Nascida em Feira de Santana, na Bahia, a artista foi convidada pela marca por acreditar que mulheres precisam ocupar espaços urbanos e nas artes e, por isso, a Ipanema tem uma equipe composta majoritariamente por elas.

Para celebrar 17 anos de parceria entre Grendha e Ivete Sangalo, a marca de calçados do Grupo Grendene lançou na primeira quinzena de setembro a campanha “Descubra a força de suas raízes”. A ação buscou homenagear a cultura da cantora, trazendo duas personalidades que foram usadas como inspiração para o desenvolvimento da coleção. Goya Lopes – que há mais de 30 anos imprime a moda afro-brasileira para o mundo – criou as estampas que ilustram os produtos, e Negra Jhô – trancista que há mais de 40 anos empodera mulheres e a sua cultura através dos seus cabelos – foi responsável por apresentar a arte dos trançados para o time de designers da Grendha.

Na edição de setembro da revista Marie Claire um time de peso vindo desta terra ancestral estampou as páginas da publicação. Um grandioso ensaio uniu a cantora baiana Luedji Luna e a produtora de conteúdo e modelo soteropolitana Luana Nascimento. Juntas com a modelo e atriz paulista Samira Carvalho, elas foram fotografadas pela também baiana Helen Salomão. Além disso, a soteropolitana Luma Nascimento assinou como hairstylist na matéria HiLo para a mesma edição.

Aqui dentro de casa também temos muitas pessoas fazendo coisas bem interessantes e de qualidade. Fizemos um recorte de diferentes criadores que traduzem em produtos o que é ser soteropolitano. Saiba mais neste link.

5 marcas baianas que você tem que conhecer

Por Fernanda Slama
Coordenadora de conteúdo do portal



Experiências em Salvador

Agenda

04
ago
05
ago
06
ago
07
ago
08
ago
10
ago
11
ago
Ver mais em Agenda